Inicio

Apeam: Nota de Repúdio ao Comandante Geral do CBMAM

Associação dos Praças do Estado do Amazonas (APEAM), vem por meio desta, expressar seu repúdio ao posicionamento do Comandante Geral do Corpo de Bombeiros Militar do Estado, Coronel Roberto Rocha Guimarães da Silva, que vem tratando de forma desrespeitosa e ilegal a nomeação do SD BM Edney Matos Vasconcelos, como diretor da APEAM.

Segundo as justificativas expostas pelo comandante por meio do ofício 009/AI/CBMAM/2015, enviado à diretoria da associação no dia 4 de fevereiro, a convocação do soldado à função, não possui aprovação e autorização do comando da corporação, tão pouco junto à classe dos bombeiros militar.

Entretanto, salientamos que a associação possui sua constitucionalidade resguardada, e que a nomeação ocorreu pelo presidente da APEAM, SD PM Gerson Feitosa, dentro das diretrizes da referida, sendo o soldado alçado ao cargo, por meio de assembleia geral.

Entendemos o posicionamento do comando do Corpo de Bombeiro como um RETROCESSO. Não toleraremos a intervenção militar em quaisquer associações representativas, e salientamos que é garantido pela constituição federal de 1988 o livre exercício de associação e vedada à interferência estatal no Estado Democrático de Direito.

A APEAM lastima ainda, que ao se colocar na linha de frente pela busca por dias melhores dentro das instituições da segurança pública no Amazonas, o SD BM Edney Matos Vasconcelos, tenha que ser submetido a ameaças de punição disciplinar por parte do comando do CBMAM que age de maneira autoritária.

A associação não está ligada a nenhum tipo de hierarquia, o comportamento negativo que também partiu do subcomandante do Corpo de Bombeiros, o tenente-coronel Fernando Sérgio Austregésilo Luz, que ao receber uma visita de cortesia e apresentação do soldado BM Matos como representante dos bombeiros militar na APEAM foi descortês e vil, constrangendo os representantes da APEAM, já que chegamos a ser acusados de oportunistas.

Naquilo em que a PMAM evoluiu (reconhecendo a representatividade e legitimidade da APEAM), fomos surpreendidos com essa atitude retrógrada do atual comando do Corpo de Bombeiros. Sabemos que não é a Corporação, mas desses coronéis que desrespeitam a própria orientação do Exmo. Sr. Governador que é a do diálogo, do direito e do respeito.

Gostaríamos de reafirmar nosso compromisso com todos os Praças do Amazonas, lembrando que tais acusações não cabem ao perfil da APEAM, criada exclusivamente para buscar melhores condições de vida aos homens e mulheres integrados aos quadros de praças da Polícia Militar e Bombeiros Militar do Amazonas.

Nosso setor jurídico já está tomando as medidas judiciais cabíveis para resguardar a integridade moral da APEAM e dos seus diretores.

ANÚNCIOS

Anúncios