Inicio

Pesquisador Diego Omar, lançará livro sobre questões da América Latina contemporânea

DIEGO-OMAR-DOUTORANDO-EM-HISToRIA-FOTOS-eRICO-XAVIER-15

FOTOS: DIVULGAÇÃO/FAPEAM

Com apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam), o pesquisador da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), Diego Omar, lançará nesta sexta-feira (29), o livro “Questões da América Latina contemporânea: novos objetos, novas dimensões, novas temporalidade”. O evento ocorre às 19h, no auditório da Secretaria Municipal de Educação (Semed), no bairro Parque Dez, zona centro-sul de Manaus.

A obra reúne uma coletânea de textos acadêmicos produzidos em universidades brasileiras e argentinas, em grupos de pesquisa sobre América Latina contemporânea e durante eventos (nacionais e internacionais) dedicados a estudos latino-americanos.

Com uma linguagem acessível ao público, o livro composto por 16 capítulos está divido em duas partes: a primeira intitulada “Histórias e Memórias do passado ditatorial e as violações dos Direitos Humanos”, que reúne trabalhos que abordam temas como as lutas sociais pela memória e os sentidos das experiências passadas na atualidade, as relações entre estados com governos ditatoriais no marco da Doutrina de Segurança Nacional e as diferentes dimensões da luta política contra a última ditadura militar argentina (1976-1983) tanto no interior do país quanto no exílio.

Já a segunda parte do livro – “Abordagens gerais sobre História do tempo presente e os processos sociopolíticos em curso” – trata de leituras mais amplas sobre projetos esboçados na América Latina, assim como de representações e atores sociais e intelectuais ainda presentes na esfera pública, onde as leituras do passado e os projetos de futuro do continente continuam sendo debatidos.

O livro conta com aporte financeiro no âmbito do Programa de Apoio a Publicação Científica (Biblos) da Fapeam que apoia a publicação de livros, manuais, números especiais (temáticos) de revistas e coletâneas científicas. De acordo com o pesquisador, a obra é uma forma de ler a América Latina contemporânea a partir de problemas que estão relacionados com a atualidade.

“Os autores do livro buscam enfrentar duas questões que é a de como correlacionar os processos de transição de justiça na América Latina, tendo em vista, as graves violações dos Direitos Humanos e de como é que a sociedade atual absorve o impacto de tantos anos sem democracia. Então, como é que essas democracias recentes têm impactado na cultura política latino americana. A segunda questão é pensar como é que existe hoje um processo de renovação dos principais temas e abordagens sobre a América Latina”, disse o pesquisador.

*Jornal de Humaitá – Com informações da assessoria.

 

Anúcios

Siga-me no Twitter

Social Counter

  • 3415 posts
  • 97 comments
  • 0 fans

Anúcios