Inicio

CULTURA: “Ópera Studio – Don Giovanni” apresenta as aventuras amorosas de um sedutor

mozartCom um misto de comédia e melodrama, a história de um nobre “bom vivant” que adora seduzir donzelas será apresentada nos dias 18 e 20 de maio, às 20h, no Teatro da Instalação, com entrada gratuita. A ópera “Don Giovanni” faz parte da programação do “19º Festival Amazonas de Ópera”, uma realização do Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura, em parceria com o projeto “Ópera Studio” da Escola Superior de Artes de Turismo da Universidade do Estado do Amazonas (UEA) e patrocínio do Banco Bradesco.

Para o secretário de Estado de Cultura (SEC), Robério Braga, é importante para o Festival de Ópera fazer parcerias como esta, que promovem e aproximam a população da cultura clássica. “A UEA, assim como o Liceu Cláudio Santoro, tem um grande papel na formação artística local. E essa apresentação do projeto ‘Ópera Studio’ reforça o compromisso do Governo do Amazonas em fomentar mão de obra local e presentear o público amazonense com espetáculos culturais, com elevado nível de profissionalismo“.

Ópera com nova versão

Com Direção Artística, de Fabiano Cardoso, Direção Musical, de Duany Parpinelli, Direção Cênica, de John Weiner e participação especial da pianista Irina Kazak, a obra “Don Giovanni” recebe para o “19º Festival Amazonas de Ópera” uma versão diferenciada, dentro do “Projeto Ópera Studio” da Universidade do Estado do Amazonas.

O projeto “Ópera Studio – Don Giovanni” visa difundir a ópera e aproximar o público da cultura erudita. Em formato reduzido, com 1h e 20 minutos, serão apresentados os trechos musicais mais importantes, além dos personagens principais da ópera “Don Giovanni”, em uma adaptação que explicará a história sem perder a sua trama.

No elenco, em torno de 40 pessoas, entre cantores iniciantes, alunos do curso de canto, canto coral, piano e teatro da UEA, mostram em duas apresentações únicas, o resultado de meses de ensaio, para encenar de forma profissional uma das óperas mais importantes escritas pelo compositor austríaco Mozart.

Para o coordenador do projeto, Fabiano Cardoso, o projeto visa envolver, em uma única produção, o encontro de todas as vertentes artísticas, e ressaltou: “A ópera nos dá a oportunidade de envolver as artes com a literatura, e transcrever uma história que perdura há anos na arte literária mundial”.

“Don Giovanni” – A ópera é a segunda escrita por Wolfgang Amadeus Mozart (1756 – 1791), sendo considerada uma das mais importantes obras da música lírica do século 18, tendo sua primeira apresentação datada em 1787, na cidade de Praga, na República Tcheca.

A ópera, que é baseada em um libreto de dois atos, de autoria de Lorenzo da Ponte (1749 – 1791), descreve a história de um verdadeiro Don Juan e suas aventuras, que em meio a um jogo de sedução, traição e vingança, recebe um aviso importante, que mais tarde culmina em uma morte trágica e sobrenatural, dando uma verdadeira lição de moral ao libertino, e vingando aqueles que sofreram em suas mãos.

Projeto “Ópera Studio” UEA

A UEA possui uma Escola de Artes e Turismo, onde, a cada ano, formam-se uma diversidade de profissionais, que realizam durante sua graduação, atividades que correspondem a uma nova relação do ser humano com sua realidade cultural. O uso combinado de diversas expressões e manifestações artísticas (seja através da música, do teatro, da dança, das artes plásticas, etc.) permitem vislumbrar o surgimento de uma nova percepção de mundo.

Seguindo essa filosofia, a “Ópera Studio” traz a união de professores e alunos de canto, canto coral, piano e teatro da UEA, que sentindo a necessidade de se trabalhar as diferentes vertentes musicais do estilo erudito, propõem desenvolver um projeto voltado para produção e disseminação da ópera, além de desenvolver uma maior interação da universidade com a comunidade em geral.

O projeto visa também um encontro, entre educadores, artistas, estudantes de diversas universidades, professores e a comunidade em geral, para execução e contemplação da música erudita, já que o estado do Amazonas é um grande fomentador de artistas e produção cultural.

*Jornal de humaitá – Com informações da assessoria.