Manaus

DEGUSTAÇÃO DE VINHOS NA CACHAÇARIA DO DEDÉ

DEGUSTAÇÃO DE VINHOS NA CACHAÇARIA DO DEDÉ

O Enólogo Jhonatan Marini vem a Manaus para participar de encontro com apreciadores de bom vinho.

brutUm bom vinho na taça, queijos dos mais variados sabores, música ao vivo e um bate-papo com quem realmente entende do assunto é o que todo apreciador busca, não é? Foi pensando neste público que a Cachaçaria do Dedé criou a noite de degustação de vinhos do restaurante. Será na próxima segunda-feira, 09 de maio, na unidade Shopping Ponta Negra, a partir das 19h30. Além de quatro tipos de vinhos e um espulmante, também haverá queijos e petiscos. O evento é limitado a 40 pessoas e o investimento é de R$50.

O produtos serão os brasileiros Arte Brut (espumante) e Leopoldina Merlot, produzidos pela Casa Valduga, e os internacionais Yali Wild Swan (chileno), Catedral Dão (português) e Tomero Malbec (argentino), importados pela Domno, do grupo Famiglia Valduga. Para o encontro, a Cachaçaria do Dedé está trazendo o enólogo Jhonatan Marini, do grupo Famiglia Valduga, para conversar com os participantes. Ele já passou pela unidade da Cachaçaria de Belém (PA), no shopping Boulevard, na noite desta quarta-feira, 04 de maio, onde tirou várias dúvidas sobre os vinhos.

“Aqui em Belém as perguntas eram para esclarecer sobre a diferença entre as uvas, como degustar os vinhos, enfim, abordamos especificamente os cinco produtos”, afirmou Marini.

De acordo com o enólogo, os vinhos escolhidos por Rogério Perdiz, sócio-diretor da Cachaçaria, são bastante diferentes, desde as procedências até os tipos de preparo apesar de todos serem tintos.

“Cada vinho é diferente. O Leopoldina é bastante complexo. O Malbec podemos definir como um vinho intenso, aroma super forte e é um vinho de médio corpo, equilibrado. O Yali é um vinho mais leve, delicado e também quebra o mito de que um vinho Cabernet Solvinhon é sempre encorpado, mas ele pode ser leve e frutado. Já o português Catedral, da região de Dão, é um vinho bastante elegante e não é feito de uma única uva, mas com três diferentes e é isso que o torna bastante macio no paladar, sedoso e com a textura bastante aveludada”, explicou.

Atualmente a Cachaçaria tem uma carta com 80 vinhos dos quais 40 são do grupo Famiglia Vanduga. De acordo com Rogério Perdiz, a ideia da degustação veio para incentivar os clientes a apreciarem bons vinhos no acompanhamento das refeições.

“O enólogo deve trazer um pouco de conhecimento técnico, mas transformá-lo num linguajar mais simples do nosso cotidiano. Uma vez eu li numa revista a pergunta: Qual é o melhor vinho do mundo? A resposta era: aquele que ela gosta. Não adianta eu gostar de Romanee-Conti se eu não puder pagar. É importante que degustando os clientes encontrem o vinho que eles gostam”, afirmou Rogério.

O enólogo

Jhonatan Marini é o enólogo responsável pela área de P&D do grupo Famiglia Valduga. Tem curso técnico e superior em Enologia pelo IFRS e especialização em viticultura na mesma instituiçõa, além de formação como sommelier internacional pela FISAR – Federação Italiana de Sommeliers.

Sobre a Casa Valduga

Localizada no Vale dos Vinhedos, em Bento Gonçalves (RS), a Casa Valduga é reconhecida mundialmente por seu padrão de excelência e pela tradição na elaboração de vinhos e espumantes. Posicionada entre as dez maiores vinícolas do País, também foi uma das pioneiras no desenvolvimento do enoturismo, com a criação do Complexo Enoturístico Casa Valduga. Mais informações: www.casavalduga.com.br.

*Jornal de Humaitá – Com informações da assessoria.

Comentários

Comentários

Manaus

More in Manaus

Jogos Psicomotores das escolas da CD5 reúne escolas da Zona Leste para uma manhã de atividades

Jornal de Humaitá28 de setembro de 2017

Investimentos do Governo em esporte coloca o Amazonas na rota dos grandes eventos esportivos

Jornal de Humaitá16 de agosto de 2017

Fogo Amigo: Polícia Civil é Federal trocam tiros, 3 policiais ficam feridos

Jornal de Humaitá9 de junho de 2017

​Dois suspeitos de atear fogo na invasão Buritizal Verde é encontrado morto em Manaus

Jornal de Humaitá4 de junho de 2017

PDT festeja 35 anos de história nesta quinta-feira

Jornal de Humaitá26 de maio de 2017

Polícia apreende 20 kg de maconha do tipo skunk no bairro Glória

Jornal de Humaitá18 de maio de 2017

PM detém, em Manaus, integrantes de facção criminosa que atuava no tráfico de drogas na capital

Jornal de Humaitá15 de maio de 2017

Cinco bares são interditados durante operação ‘Mdina’ deflagrada pela equipe da Dema na zona leste

Jornal de Humaitá15 de maio de 2017

Seap e PM apreendem estoques e celulares durante revista no Ipat

Jornal de Humaitá11 de maio de 2017