Amazonas

Ipem-AM homologa medição padrão do Tucunaré para competições de pescas esportivas

Ipem-AM homologa medição padrão do Tucunaré para competições de pescas esportivas
Geovanni

Manaus – Com o objetivo de potencializar a pesca esportiva e preservar a espécie do Tucunaré no Amazonas, o Governo Estadual, por meio do Instituto de Pesos e Medidas do Amazonas (Ipem-AM), homologou a primeira régua nos padrões do Sistema Internacional de Medição (SI) para validar resultados de competições de pescas realizadas na região. O Estado é o primeiro a implantar esse tipo de instrumento, que possui 1,10 metro de altura e 20 cm de largura, com regulamentos técnicos conforme padrões estabelecidos do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro).

A homologação desse padrão de medição permite que competidores ou pescadores de outros lugares possam vir ao Amazonas validar o tamanho de seus peixes pelo comprimento em centímetros, e ser reconhecido, internacionalmente. O material foi projetado pela Associação de Pescadores Esportivos de Manaus (Apem) que busca regulamentar a pesca esportiva para proteger o tucunaré-açu, o principal peixe de pesca esportiva no Brasil.

Conforme o presidente do Ipem-AM, Márcio André Brito, o Estado, que possui um potencial turístico nesse segmento, caminha para a profissionalização da pesca. “O Ipem foi procurado pela associação porque existia um problema no segmento que era o de validar os resultados, a partir dos tamanhos dos peixes nas competições. Com isso, criamos um padrão reconhecido e que atende todas as normas internacionais do sistema internacional de medição e os regulamentos do Inmetro. Como resultado desse trabalho vem a possibilidade do aumento das visitas de turistas para a prática de pesca esportiva em nossa cidade e região”, explicou.

Ranking – Com o projeto consolidado, a Apem vai promover um ranking válido para este ano, que vai iniciar em 20 de junho e encerrar no dia 1º de dezembro de 2016. O resultado vai premiar o pescador que pegou o maior tucunaré de 2016, durante a competição intitulada “Os melhores do ano da Pesca Esportiva”, que será realizada no dia 15 de dezembro, deste ano.

“O nosso foco é fomentar a atividade de pesca esportiva na região com eventos esportivos e regulamentar a Cota Zero, que é um sistema protetivo que envolve duas das maiores espécies de tucunaré, o tennessee e o vazzoleri, que podem chegar a 10 e 14 kg. Queremos preservar esses diamantes de pesca de nossa Amazônia”, destacou o presidente da Apem, Rogério Bessa.

*Jornal de Humaitá – Com informações da assessoria.

Comentários

Comentários

Amazonas

More in Amazonas

PDT festeja 35 anos de história nesta quinta-feira

Jornal de Humaitá26 de maio de 2017

Alessandra Campêlo e Maria do Teixeirinha unidas por Canutama

Jornal de Humaitá26 de maio de 2017

Prevenção à intolerância é tema de Mesa Redonda na Aleam

Jornal de Humaitá23 de maio de 2017

Polícia apreende 20 kg de maconha do tipo skunk no bairro Glória

Jornal de Humaitá18 de maio de 2017

Alessandra Campêlo articula reunião no Comando da PM para discutir promoções

Jornal de Humaitá18 de maio de 2017

Universo infantil na música erudita está em ‘Canções de Ninar’, quarto espetáculo da série Recitais Ambev

Jornal de Humaitá18 de maio de 2017

Empresas com IPVA em atraso são notificadas pela Sefaz

Jornal de Humaitá18 de maio de 2017

Maués cria política inovadora para aumentar produção do guaraná

Jornal de Humaitá18 de maio de 2017

Policiais militares de Boa Vista do Ramos detêm integrantes de bando criminoso

Jornal de Humaitá18 de maio de 2017
%d blogueiros gostam disto: