Manaus

Jacqueline faz balanço da participação na Conferência Nacional de Políticas para as Mulheres

Jacqueline faz balanço da participação na Conferência Nacional de Políticas para as Mulheres

VEREADOR PROFESSORA JACQUELINE  (PHS) DISCURSA NA SESSÃO PLENARIA DA CAMARA MUNICIPAL DE MANAUS(CMM). FOTO:TIAGO CORREA/CMM.

VEREADOR PROFESSORA JACQUELINE (PHS) DISCURSA NA SESSÃO PLENÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE MANAUS(CMM).
FOTO:TIAGO CORREA/CMM.

“Vivemos um período de efervescência tanto política quanto social. As pessoas vão atrás de suas causas e exigem mudanças. Nós, mulheres, estamos nessa busca há muito tempo e a cada dia ela torna-se mais forte. Queremos mais oportunidades e vamos continuar nessa luta”, declarou a vereadora Jacqueline (PHS), ao fazer um breve balanço sobre sua participação na 4ª Conferência Nacional de Políticas para as Mulheres (4ª CNPM).

Na tribuna, Jacqueline disse que, independente das questões políticas partidárias, sua participação foi muito importante na conferência, que foi realizada nos últimos dias 10, 11, 12 e 13 de maio, em Brasília.

A vereadora foi ao evento representando a Comissão da Mulher e a Procuradoria da Mulher do parlamento municipal. Lá, a socialista também pontuou as problemáticas local referentes às mulheres.

Segundo ela, uma das principais contribuições do evento foi as propostas de continuidade das conquistas nas políticas de proteção e de direitos para as mulheres. Dentre as propostas também aprovadas, está incluso a reserva de no mínimo 1% dos recursos do Orçamento para o enfrentamento da violência. Outra que prevê a aplicação do fundo partidário para capacitação de mulheres na política. Jacqueline disse ainda que foi aprovada a criação de um fundo para garantir o Sistema Nacional de Políticas para as Mulheres, nos moldes do SUS, que defina atribuições da União, dos Estados e municípios em relação ao direito de mulheres.

De acordo com ela, as participantes da conferência incluíram também uma proposta que prevê reserva de recursos para ações específicas relacionadas à diversidade. A proposta, de acordo com a organização da conferência, contempla mulheres negras, indígenas, quilombolas, de matriz africana, ciganas, de comunidades e povos tradicionais, de terreiro, do campo, das águas, da floresta, lésbicas, transexuais, travestis, egressas do sistema prisional, com deficiência e com mobilidade reduzida.

Também foi apontada a necessidade da constituição de um Sistema Nacional de Políticas para as Mulheres. “A conferência contribuiu para o histórico desses processos participativos ao promover pela primeira vez as consultas nacionais com segmentos que sempre encontraram dificuldades para se fazer ouvir”, afirmou a socialista.

*Jornal de Humaitá – Com informações da assessoria.

Comentários

Comentários

Manaus

More in Manaus

Jogos Psicomotores das escolas da CD5 reúne escolas da Zona Leste para uma manhã de atividades

Jornal de Humaitá28 de setembro de 2017

Investimentos do Governo em esporte coloca o Amazonas na rota dos grandes eventos esportivos

Jornal de Humaitá16 de agosto de 2017

Fogo Amigo: Polícia Civil é Federal trocam tiros, 3 policiais ficam feridos

Jornal de Humaitá9 de junho de 2017

​Dois suspeitos de atear fogo na invasão Buritizal Verde é encontrado morto em Manaus

Jornal de Humaitá4 de junho de 2017

PDT festeja 35 anos de história nesta quinta-feira

Jornal de Humaitá26 de maio de 2017

Polícia apreende 20 kg de maconha do tipo skunk no bairro Glória

Jornal de Humaitá18 de maio de 2017

PM detém, em Manaus, integrantes de facção criminosa que atuava no tráfico de drogas na capital

Jornal de Humaitá15 de maio de 2017

Cinco bares são interditados durante operação ‘Mdina’ deflagrada pela equipe da Dema na zona leste

Jornal de Humaitá15 de maio de 2017

Seap e PM apreendem estoques e celulares durante revista no Ipat

Jornal de Humaitá11 de maio de 2017
%d blogueiros gostam disto: