economia

Operação de combate à sonegação fiscal apreende produtos no Centro de Manaus

Operação de combate à sonegação fiscal apreende produtos no Centro de Manaus
Geovanni

FOTOS - ROBERTO CARLOS / SECOM

FOTOS – ROBERTO CARLOS / SECOM

Aproximadamente 5 mil produtos sem a certificação do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) foram retirados de circulação, nesta terça-feira, dia 10 de maio, durante a operação conjunta realizada na área central de Manaus. A iniciativa foi coordenada pela Secretaria Executiva Adjunta de Inteligência (Seai) da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM), Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz-AM) e Instituto de Pesos e Medidas do Amazonas (Ipem-AM).

Segundo a secretária-executiva-adjunta de Inteligência da SSP-AM, Tamera Maciel, os depósitos, alvos da força-tarefa, estavam localizados dentro de um complexo comercial, situado na avenida Floriano Peixoto, no Centro. “As equipes de Inteligência da Seai fizeram o mapeamento desses locais por meio das informações coletadas em campo e também das informações passadas pelas instituições (Sefaz e Ipem). É o papel da Seai levantar as informações sobre a legalidade dos produtos, bem como, identificar pessoas e empresas que atuam de maneira ilegal”, informa.

A secretária ressalta ainda que, a maioria das mercadorias apreendidas é subfaturada. “Os valores são menores que os de mercado, isso ocasiona prejuízo não só aos cofres públicos, mas ainda aos comerciantes que pagam seus impostos corretamente. O resultado concretizado hoje é fruto do trabalho integrado dos órgãos que compõem a força-tarefa, que na ação desta terça-feira ganhou o apoio do Corpo de Bombeiros para averiguar se os estabelecimentos comerciais também estão seguindo as normas de segurança”, ressalta.

O diretor-presidente do Ipem-AM, Márcio André Brito, afirma que, nesta etapa da operação foram apreendidos, aproximadamente, 5 mil produtos que estavam sendo comercializados de forma clandestina em Manaus, entre os quais, carregadores de celular, carregadores de pilhas e baterias, lanternas e brinquedos.

As empresas autuadas e os responsáveis terão um prazo de dez dias para apresentar defesa escrita junto ao Ipem-AM. As multas variam de R$1.800 a R$ 1,5 milhão.

Crimes tributários – O Governo do Amazonas lançou um pacote de medidas para combater a sonegação fiscal e aumentar a receita tributária, em dezembro do ano passado. O pacote visa, sobretudo, melhorar a receita da arrecadação e fazer frente aos impactos da crise econômica brasileira. Entre as novas medidas previstas em portarias, convênios e decreto está a participação das forças de segurança em ações de fiscalização da Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz), a adoção de novas tecnologias para coibir a sonegação e evasão de receitas, a recuperação de dívidas tributárias e o reforço na fiscalização de contribuintes de grandes segmentos econômicos.

Ouvidoria – O consumidor que identificar possíveis irregularidades em relação aos produtos fiscalizados pelo Ipem-AM, pode entrar em contato com a ouvidoria por meio do 0800 092 2020, no horário de 8h às 14h, de segunda a sexta-feira ou enviar e-mail:[email protected]gov.br

Comentários

Comentários

economia

More in economia

Governador do Amazonas, David Almeida, anuncia Plano Emergencial na Saúde

Jornal de Humaitá15 de maio de 2017

Cultivo de alface hidropônica em Manaus

Jornal de Humaitá11 de maio de 2017

Jornal de Humaitá8 de março de 2017

Bons ventos na economia aliado ao marketing promocional indicam crescimento para a classe empresarial

Jornal de Humaitá26 de fevereiro de 2017

CONGRESSO NACIONAL DE EMPRESÁRIOS DE SERVIÇOS PROMETE MOVIMENTAR MANAUS EM 2017

Jornal de Humaitá13 de fevereiro de 2017

Fundo de Promoção Social lança edital com R$ 5 milhões para setor produtivo

Jornal de Humaitá3 de fevereiro de 2017

Novas estratégias criam reação econômica imediata para a classe empresarial

Jornal de Humaitá3 de fevereiro de 2017

NOTA: IPAAM reajusta taxas de serviços

Jornal de Humaitá1 de fevereiro de 2017

Novo secretário da Fazenda aposta em trabalho conjunto

Jornal de Humaitá26 de janeiro de 2017
%d blogueiros gostam disto: