Amazonas

Parintins: “Governo não vai patrocinar orgia de gastos públicos à custa do povo do Amazonas”. Diz Deputado

Parintins: “Governo não vai patrocinar orgia de gastos públicos à custa do povo do Amazonas”. Diz Deputado
Geovanni

Deputado estadual SABA REIS (PR)

Deputado estadual SABÁ REIS (PR). (Foto: Divulgação)

Os protestos dos dirigentes dos bumbas Garantido e Caprichoso contra a suspensão do patrocínio do governo do Estado ao Festival de Parintins, este ano, levou nesta quarta-feira (25) o líder do PR, deputado Sabá Reis à tribuna da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) para defender o posicionamento do governador José Melo (PROS), diante de uma atitude tomada que “é tão desastrosa, que se o governador não tiver a coragem de pagar o preço da insatisfação, o ônus político, não vai conseguir manter o Estado funcionando”.

Sabá Reis que participou de reunião com o governador a respeito do corte de recursos na cultura, pouco antes da reunião com os dirigentes dos bois, disse que não acreditar que um homem com a origem do governador José Melo, com uma longa trajetória na vida pública, tivesse a “insensatez e a desumanidade” de tratar determinadas situações do Estado com irresponsabilidade. Segundo ele, o governador explicou que antes de investir nos festivais, ele ia tentar manter os serviços essenciais do governo, “e pra fazer isso é preciso ter coragem e enfrentar todas as incompreensões”.

Com relação ao Festival de Parintins, Sabá Reis disse que, uma planilha de custos mostrada pelo governador aponta que, na verdade, o governo não patrocinava a festa, “mas sim uma orgia de gastos públicos à custa do povo do Amazonas”. Ele citou como exemplo a contratação de som e iluminação por quase R$ 2 milhões, para apenas três noites de apresentação, afora os R$ 2 milhões para cada boi e outras despesas no mesmo valor. Diante disso, Sabá Reis referiu-se à sugestão do deputado Bosco Saraiva (PSDB) para que os bois se organizem da mesma forma que as Escolas de Samba do Rio, independentes do governo.

Por último, o deputado Sabá Reis lamentou que os dirigentes dos bumbás Garantido e Caprichoso tenham vetado a presença do prefeito de Parintins, Alexandre Carbrás na reunião com o governador, que era para tratar de um assunto que é de interesse da cidade e não de duas agremiações. Para ele,  independente de questões partidárias e políticas menores, o prefeito talvez pudesse ajudar em alguma coisa.

*Jornal de Humaitá – Com informações da assessoria do deputado.

Comentários

Comentários

Amazonas

More in Amazonas

PDT festeja 35 anos de história nesta quinta-feira

Jornal de Humaitá26 de maio de 2017

Alessandra Campêlo e Maria do Teixeirinha unidas por Canutama

Jornal de Humaitá26 de maio de 2017

Prevenção à intolerância é tema de Mesa Redonda na Aleam

Jornal de Humaitá23 de maio de 2017

Polícia apreende 20 kg de maconha do tipo skunk no bairro Glória

Jornal de Humaitá18 de maio de 2017

Alessandra Campêlo articula reunião no Comando da PM para discutir promoções

Jornal de Humaitá18 de maio de 2017

Universo infantil na música erudita está em ‘Canções de Ninar’, quarto espetáculo da série Recitais Ambev

Jornal de Humaitá18 de maio de 2017

Empresas com IPVA em atraso são notificadas pela Sefaz

Jornal de Humaitá18 de maio de 2017

Maués cria política inovadora para aumentar produção do guaraná

Jornal de Humaitá18 de maio de 2017

Policiais militares de Boa Vista do Ramos detêm integrantes de bando criminoso

Jornal de Humaitá18 de maio de 2017
%d blogueiros gostam disto: