Cidades

Aluno egresso de Mestrado da UEA lança Minidicionário Sateré Mawé em Libras e Língua Portuguesa

Aluno egresso de Mestrado da UEA lança Minidicionário Sateré Mawé em Libras e Língua Portuguesa

Minidicion_rioO aluno egresso do Programa de Pós-Graduação em Letras e Artes da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), Marlon Jorge, realizará, às 18h da próxima sexta-feira, dia 29, o lançamento do Minidicionário Indígena Sateré Mawé em Libras e Língua Portuguesa. O lançamento será realizado no auditório anexo da Escola Normal Superior (ENS) situado no Shopping Cidade dos Carros, na avenida Djalma Batista, bairro Parque Dez de Novembro, zona Centro-Sul de Manaus.

Em maio de 2015, Marlon que também é surdo, defendeu um dos trabalhos mais relevantes para a comunidade surda amazonense: a proposta de criação do minidicionário, após dois anos de pesquisa. Inicialmente a proposta visa atingir os indígenas da etnia Sateré Mawé que estão localizados no município de Parintins e adjacências.

O estudo foi realizado na microrregião de Parintins, que tem sede localizada a 369 quilômetros, em linha reta, de Manaus, englobando sete municípios onde Parintins é o polo. A escolha inicial pela região se deu na necessidade de estudar primeiramente os hábitos e as formas de comunicação dos indígenas surdos Sateré Mawé.

44902A pesquisa envolve a discussão sobre os sinais criados pela comunidade surda indígena. “Nas comunidades, eles já criaram, entre eles, alguns sinais, por exemplo, para dormir, casa, rede e etc, afirmou Marlon. O autor do estudo prevê a elaboração de mais pesquisas sobre indígenas na comunidade surda. “Precisamos de novos pesquisadores, aceitar a área de pesquisa para estimular a comunidade a aprender a língua de sinais. Quando cheguei a uma escola na cidade de Barreirinha (em linha reta, a 330 quilômetros de
Manaus e a 41 quilômetros de Parintins), por exemplo, falei que precisava do material para trabalhar com um aluno indígena que estava isolado. Vi que ele ficava isolado, na sala, fazendo desenhos enquanto poderia estar aprendendo”, disse.

FOTOS/REPRODUÇÃO: DIVULGAÇÃO/UEA

Comentários

Comentários

Cidades

More in Cidades

Vídeo: PF deflagra operação contra tráfico de drogas e lavagem de dinheiro em Humaitá

Jornal de Humaitá18 de outubro de 2017

Nova Aripuanã: Vereador é feito refém com a família e filho é ferido durante crime

Jornal de Humaitá14 de outubro de 2017

Jogos Psicomotores das escolas da CD5 reúne escolas da Zona Leste para uma manhã de atividades

Jornal de Humaitá28 de setembro de 2017

Foragido da Justiça é preso em Humaitá-AM

Jornal de Humaitá27 de setembro de 2017

Ordem de invasão da Rocinha saiu de dentro de presídio federal em Porto Velho-RO

Jornal de Humaitá22 de setembro de 2017

Vídeo: Vereador João Aragão desabafa nas Redes Sociais

Jornal de Humaitá16 de setembro de 2017

Produtores rurais de Manacapuru são capacitados para o uso correto de agrotóxicos

Jornal de Humaitá15 de setembro de 2017

​SEDUC divulga lista dos vencedores da I Olimpíada de Língua Portuguesa do Amazonas

Jornal de Humaitá12 de setembro de 2017

DER entrega projeto para construção do novo terminal do Aeroporto José Coleto, em Ji-Paraná

jornal de Humaitá5 de setembro de 2017