Jornal de Humaitá

APP promove inclusão de pessoas com deficiências durante os Jogos Olímpicos de Futebol em Manaus

APP promove inclusão de pessoas com deficiências durante os Jogos Olímpicos de Futebol em Manaus
Geovanni

APP promove inclusão de pessoas com deficiências durante os Jogos Olímpicos de Futebol em Manaus Fruto de uma parceria entre o Governo do Amazonas através do Comitê Organizador Manaus 2016 e a Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência (Seped), a Ordem dos Advogados dos Brasil Seccional Amazonas (OAB-AM) e o Instituto de Tecnologia Manaós (ITMBr), o aplicativo móvel denominado “Cidadão Olímpico” foi lançado esta semana na sede da OAB-AM, em Manaus, com a proposta de auxiliar pessoas com deficiência (PCDs) a localizar áreas de acesso especiais na cidade e na Arena da Amazônia, além de denunciar violações de direitos legais.

A ferramenta poderá ser utilizada pelos PCDs durante as seis partidas do Torneio de Futebol Olímpico que Manaus receberá em rodadas duplas, nos dias 4, 7 e 9 de agosto. Dentre os serviços oferecidos pelo app, estão guias de direitos e diretrizes, mapas específicos para PCDs, informações de acesso aos locais de partidas esportivas, além de um espaço para conhecer melhor seus direitos e realizar denúncias de casos que vão contra a legislação. A nova tecnologia estará disponível para download a partir do dia 1 de agosto, na loja Google Play.

De acordo com o secretário-coordenador do Comitê Manaus 2016 Mário Aufiero, a iniciativa vai ampliar a inclusão para todos os participantes do principal evento esportivo do mundo. “A iniciativa de criar um aplicativo para atender as pessoas com deficiência significa promover a igualdade envolvendo todos neste grande evento esportivo. O que o cidadão quer é ser respeitado e nós estamos muito felizes em contribuir para que o respeito à inclusão e a acessibilidade sejam asseguradas. O Amazonas vai deixar como legado um aplicativo que poderá ser utilizado não só durante os jogos. Está é, sem dúvida, uma das maiores conquistas para pessoas com deficiência”, explicou.

Três pilares – A presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Nancy Segadilha, informa ainda que, a criação do aplicativo aconteceu baseada em três pilares: acesso, segurança e participação adequada. “O aplicativo terá o guia de direito com as leis importantes na questão do PCD, o guia informativo sobre o serviço de transporte adaptado para condução do PCD para a Arena disponibilizando todas informações necessárias”, explicou. Nancy acrescenta que, o serviço de solicitação de apoio a qualquer ocorrência será disponibilizado no aplicativo.

Além do presidente da OAB-AM Marco Aurélio Choy e Nancy Segadilha, participaram do evento de apresentação da plataforma a secretária executiva da Seped, Vera Lúcia Edwards e o coordenador do grupo temático de Sustentabilidade, Acessibilidade e Legado do Comitê Manaus 2016, Marcelo Dias.

Comentários

Comentários

Jornal de Humaitá

More in Jornal de Humaitá

PDT festeja 35 anos de história nesta quinta-feira

Jornal de Humaitá26 de maio de 2017

Alessandra Campêlo e Maria do Teixeirinha unidas por Canutama

Jornal de Humaitá26 de maio de 2017

Revolta Nacional: Filho se explica após ser preso por agredir a mãe

Jornal de Humaitá26 de maio de 2017

Boatos espalhados pelo WhatsApp causam a morte de 7 pessoas

Jornal de Humaitá26 de maio de 2017

Ingressos para show de Ludmilla começam a ser vendidos pela internet

Jornal de Humaitá25 de maio de 2017

Menores apreendidos em Humaitá-AM são suspeitos de chefiar boca de fumo

Jornal de Humaitá25 de maio de 2017

PF desarticula grupo criminoso que desviou recursos das obras do Mané Garrincha

Jornal de Humaitá24 de maio de 2017

Cantor e vereador da Bahia ‘Igor Kannário’ diz que é mais autoridade que PM

Jornal de Humaitá23 de maio de 2017

José Ricardo cobra convocação dos aprovados do concurso da PM

Jornal de Humaitá23 de maio de 2017
%d blogueiros gostam disto: