Inicio

Equipe da DEHS elucida caso com a prisão de trio envolvido em latrocínio que teve como vítima empresário

A Polícia Civil do Amazonas, por meio do delegado titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), Ivo Martins, prendeu ao longo de uma semana, em cumprimento a mandados de prisão preventiva, os jovens Joicilene Godinho Chaves, 19, conhecida como “Joice” ou “Jojó”; Adriana Peres Ventura, 21, chamada de “Loirinha”, e Edson Moreira de Souza, 19, o “Negão”, envolvidos no latrocínio do empresário Petterson de Carvalho Horta Campos, ocorrido no dia 17 de maio deste ano. A vítima tinha 37 anos.

De acordo com Ivo Martins, os policiais civis da DEHS chegaram até o trio após a prisão, no dia 21 de maio deste ano, de Fabrício Alves Damasceno, 19, chamado de “Cegueta”, autor do disparo que levou Petterson a óbito. Na delegacia, o infrator confessou a autoria do crime e delatou os comparsas. Em seguida, o delegado representou pelos mandados de prisão em nome de Adriana, Edson e Joicilene. Os documentos foram expedidos na última quarta-feira, dia 29, pela juíza Eulinete Melo Silva Tribuzy, da 11ª Vara Criminal.

Conforme a autoridade policial, Joicilene recebeu voz de prisão no prédio da DEHS na manhã do dia 29 de junho deste ano, por volta das 10h, no momento em que compareceu ao local para prestar esclarecimentos sobre o caso. Adriana foi presa na última sexta-feira, dia 1º, por volta das 10h, na casa onde morava, situada na Rua Nova Aurora do bairro Nova Esperança, zona Oeste, na mesma via onde aconteceu o latrocínio. Edson também recebeu voz de prisão no prédio da DEHS. O fato ocorreu na tarde de ontem, dia 5, por volta das 14h30.

Ivo Martins explicou que o crime aconteceu por volta das 23h30, na Rua Nova Aurora. Petterson conduzia um carro de luxo e estava em um posto de combustíveis quando as jovens o teriam abordado e seduzido. Elas pediram que ele as levasse até determinado endereço. No local combinado, Edson, Fabrício e um adolescente aguardavam as infratoras com a vítima. Eles anunciaram o roubo e Petterson teria reagido, ocasião em que foi alvejado no abdômen por Fabrício. A vítima foi a óbito no local e os infratores fugiram levando o celular do empresário.

“Com a prisão de Fabrício e dos outros três jovens, bem como a apreensão do adolescente envolvido no latrocínio, consideramos este caso totalmente elucidado. Mais uma vez a Polícia Civil do Amazonas esteve empenhada em dar uma resposta à sociedade”, declarou Ivo Martins.

Ao término dos procedimentos cabíveis na especializada, Edson será encaminhado à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa. Adriana e Joicilene serão conduzidas ao Centro de Detenção Provisória Feminino (CDPF), onde irão permanecer à disposição da Justiça.

FOTOS: Divulgação /Assessoria de Imprensa da PC-AM