Cidades

Fuam realiza mutirão dermatológico na Compensa

Fuam realiza mutirão dermatológico na Compensa

A Fundação Alfredo da Matta (Fuam), unidade vinculada à Secretaria Estadual de Saúde (Susam) realiza neste sábado (30), de 8 às 12 horas, o “5º Mutirão Dermatológico”. O atendimento será na Policlínica Djalma Batista, na Rua 23 de Dezembro, 49, bairro da Compensa.

Segundo o diretor-presidente da Fuam, Helder Cavalcante, serão oferecidos serviços como triagem, com exames de pele, consultas dermatológicas, testes rápidos para sífilis e HIV/Aids – com aconselhamento pré e pós-testagem – além de atividades educativas sobre hanseníase, sífilis  e HIV/Aids.

“Em média atendemos em torno de mil pessoas em nossos mutirões. Neste, estamos esperando um público semelhante. Vamos ofertar para a população da Zona Oeste e adjacências, exames, testes para sífilis e HIV e teremos um trabalho educativo com distribuição de material informativo sobre hanseníase e estas infecções sexualmente transmissíveis”, explica o diretor.

A ação é uma parceria da Susam/Fuam com a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) e levará à Policlínica equipe de profissionais formada por: 14 médicos dermatologistas, 3 médicos residentes, 8 técnicos para triagem dermatológica, 6 aconselhadores (para pré e pós teste de sífilis e HIV/Aids), 3 farmacêuticos bioquímicos para dispensação de medicamentos, além de 20 profissionais para apoio.

Ações de saúde da Fuam em 2016
A Fuam já realizou, neste ano, nove ações de saúde, entre mutirões e atividades voluntárias com instituições parceiras, totalizando mais de 7 mil atendimentos e quase 4 mil exames dermatológicos expedidos.
Nestas ações foram identificados 55 novos casos de hanseníase, além de 39 de câncer de pele, 26 de ceratose actínica e 28 de psoríase. Na área de Infecções Sexualmente Transmissíveis, foram realizados 316 testes para sífilis e HIV/Aids, sendo identificados 20 casos de sífilis.
“Estas ações chamamos de ‘extra-muro’, quando saímos da Fundação e vamos em busca dos casos de doenças de pele, principalmente, a hanseníase”, explica Helder Cavalcante.
Os casos identificados são encaminhados para a Fundação Alfredo da Matta para novos exames e para iniciar tratamento.

Comentários

Comentários

Cidades

More in Cidades

Vídeo: PF deflagra operação contra tráfico de drogas e lavagem de dinheiro em Humaitá

Jornal de Humaitá18 de outubro de 2017

Nova Aripuanã: Vereador é feito refém com a família e filho é ferido durante crime

Jornal de Humaitá14 de outubro de 2017

Jogos Psicomotores das escolas da CD5 reúne escolas da Zona Leste para uma manhã de atividades

Jornal de Humaitá28 de setembro de 2017

Foragido da Justiça é preso em Humaitá-AM

Jornal de Humaitá27 de setembro de 2017

Ordem de invasão da Rocinha saiu de dentro de presídio federal em Porto Velho-RO

Jornal de Humaitá22 de setembro de 2017

Vídeo: Vereador João Aragão desabafa nas Redes Sociais

Jornal de Humaitá16 de setembro de 2017

Produtores rurais de Manacapuru são capacitados para o uso correto de agrotóxicos

Jornal de Humaitá15 de setembro de 2017

​SEDUC divulga lista dos vencedores da I Olimpíada de Língua Portuguesa do Amazonas

Jornal de Humaitá12 de setembro de 2017

DER entrega projeto para construção do novo terminal do Aeroporto José Coleto, em Ji-Paraná

jornal de Humaitá5 de setembro de 2017
%d blogueiros gostam disto: