Inicio

Humaitá-AM: Motociclista com sinais de embriaguez é acusado de mata vigilante atropelado

Homem atravessava a BR-319 quando foi atingido.

O vigilante Valdo Batista da Silva morreu após ser atropelado na madrugada de domingo (10), na BR 230, no km 06, sentido Humaitá/AM-Porto Velho/RO onde trabalhava. Segundo uma testemunha, o condutor da motocicleta estava com sinais de embriaguez, o suspeito não socorreu a vítima.

De acordo com a PM o atropelamento ocorreu por volta das 03h50min, o motociclista identificado como Robson Braga, Morado do Bairro Nova Esperança, e acusado de provocar o acidente e depois fugir, sendo capturado nas proximidades do restaurante Tia Mocinha com seu companheiro.

Diante dos fatos ele foi levado para fazer o teste do bafômetro no posto da PRF no KM 08, o posto estava fechado, então a PM reconduziu para o Hospital Regional de Humaitá, onde uma médica apontou alto índice de alcoolemia.

Segundo testemunhas, a moto estava em alta velocidade, é a vítima foi pego de surpresa ao atravessar a rodovia quando foi atingido. Ademir foi lançado e arrastado por alguns metros. Quando a Ambulância chegou no local, o homem já estava morto.

condutor embriagado

Moto apreendida. Foto: Divulgação/PM

De acordo com informações da PM, Valdo, era morador do Bairro Nova Esperança, próximo ao bar do Flamengo ele trabalhava como vigilante. Uma faixa da via chegou a ser interditada para a remoção do corpo. O acusador foi levado detido para a 8ª Delegacia Interativa de Humaitá (8ºDIH).

*Jornal de Humaitá – O portal de notícias do Amazonas.