Brasil

LEI DO FAROL BAIXO – VER E SER VISTO

LEI DO FAROL BAIXO – VER E SER VISTO
Geovanni

Lei que obriga o uso do farol baixo durante o dia nas rodovias completa um mês de vigência e PRF divulga balanço.

A exigência de uso do farol baixo durante o dia nas rodovias de todo o Brasil completou um mês nesta segunda-feira (8) e somente em rodovias federais foram mais de 124 mil flagrantes de desrespeito à legislação.

Contabilizando 124.180 autos de infração emitidos em todo o país, o balanço da Polícia Rodoviária Federal (PRF) refere-se ao período de 8 de julho até 8 de agosto. O descumprimento da lei federal é considerado infração média, com quatro pontos na carteira de habilitação e multa de R$ 85,13, que passará para R$ 130,16 em novembro próximo.

Goiás, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro e Santa Catarina foram os estados com mais flagrantes de motoristas conduzindo durante o dia com os faróis apagados:

Goiás – 14.683
Minas Gerais – 12.660
Paraná – 12.976
Rio de Janeiro – 11.100
Santa Catarina – 10.720
Rondônia – 1.818

RONDÔNIA – Durante o mesmo período (8 de julho a 8 de agosto), a Superintendência da PRF em Rondônia NÃO registrou acidente do tipo colisão frontal durante o dia e em pistas simples, número EXCELENTE comparado aos 6 registrados no mesmo período de 2015. Nos 6 acidentes ocorridos em 2015, houve o registro de 4 mortos e 6 pessoas que ficaram gravemente feridas.

Os números também apontam redução de 100% nos atropelamentos. Foram registrados em Rondônia 1 contra 2 no mesmo período do ano passado, considerando apenas os acidentes ocorridos durante o dia em rodovias federais. Nestes atropelamentos, não houve registro de óbitos tanto em 2015 como em 2016. Os feridos graves foram 2 em 2015 e ZERO de feridos graves em 2016.

BRASIL – Durante o mesmo período (8 de julho a 8 de agosto), a PRF registrou 117 acidentes do tipo colisão frontal durante o dia e em pistas simples, número 36% menor comparado aos 183 registrados no mesmo período de 2015. Nestes acidentes, 39 pessoas morreram e 67 ficaram gravemente feridas, números respectivamente 56% e 41% menores quando comparados ao mesmo período do ano passado em que houve 88 óbitos e 113 feridos graves.

Os números também apontam redução de 34% nos atropelamentos. Foram 86 contra 131 no mesmo período do ano passado, considerando apenas os acidentes ocorridos durante o dia em rodovias federais. Nestes atropelamentos, houve queda no número de mortos – 10 óbitos em 2016 e 16 em 2015 – e de feridos graves – 43 feridos graves em 2016 e 63 em 2015.

Comentários

Comentários

Brasil

More in Brasil

PDT festeja 35 anos de história nesta quinta-feira

Jornal de Humaitá26 de maio de 2017

Alessandra Campêlo e Maria do Teixeirinha unidas por Canutama

Jornal de Humaitá26 de maio de 2017

Revolta Nacional: Filho se explica após ser preso por agredir a mãe

Jornal de Humaitá26 de maio de 2017

Cantor e vereador da Bahia ‘Igor Kannário’ diz que é mais autoridade que PM

Jornal de Humaitá23 de maio de 2017

Prevenção à intolerância é tema de Mesa Redonda na Aleam

Jornal de Humaitá23 de maio de 2017

Governador quer zerar filas de espera na Saúde do Amazonas em 90 dias

Jornal de Humaitá18 de maio de 2017

Polícia apreende 20 kg de maconha do tipo skunk no bairro Glória

Jornal de Humaitá18 de maio de 2017

Governo inicia reparos no prédio que abrigará migrantes venezuelanos

Jornal de Humaitá18 de maio de 2017

Alessandra Campêlo articula reunião no Comando da PM para discutir promoções

Jornal de Humaitá18 de maio de 2017
%d blogueiros gostam disto: