Cidades

Operação de segurança garante jogos tranquilos com mais de 32 mil pessoas na arena da Amazônia

Operação de segurança garante jogos tranquilos com mais de 32 mil pessoas na arena da Amazônia
Geovanni

Sem nenhuma ocorrência grave. Foi assim o primeiro dia de jogos do Torneio Olímpico de Futebol Rio 2016, nesta quinta-feira, dia 04 de agosto, na Arena da Amazônia. As partidas entre Colômbia x Suécia, Japão x Nigéria reuniram cerca de 32 mil pessoas no Estádio e, do ponto de vista da segurança e organização, mostrou, mais uma vez, que a cidade está preparada para receber grandes eventos.

“O Governo do Amazonas entregou ao Comitê organizador Rio 2016 todas as estruturas olímpicas 100% funcionais e dentro do prazo. Além disso, temos uma grande operação de segurança em andamento até o próximo dia 10 de agosto, com pelo menos 6 mil servidores envolvidos”, observou o coordenador estadual do Comitê Organizador Local Manaus 2016, Mário Aufiero, durante coletiva de imprensa na Arena, que reuniu representantes de várias áreas envolvidas na Operação de Segurança.

Arena perfeita – Falando em nome do governador José Melo, o secretário de Estado de Esporte, Juventude e Lazer, Fabrício Lima, disse que o bom resultado do evento é uma prova de que o Amazonas e Manaus estão prontos para receber os maiores eventos mundiais. “Até pouco tempo, nossa arena era subestimada, mas hoje nós conseguimos realizar o que para muita gente não era possível. Já tivemos uma Copa do Mundo, quantidade enorme de partidas e agora, jogos de uma Olimpíada sem nenhum problema”, explicou.

Entre os vários elogios feitos pelo comitê Rio 2016, o gramado ganhou destaque, segundo o secretário. “Nosso gramado foi objeto de muita dúvida e várias vistorias, mas mesmo com a rodada dupla, ele está em perfeitas condições. Estamos, inclusive, preparados para a chuva com o nosso sistema de drenagem a vácuo, o único do Brasil, em pleno funcionamento”, completou.

Com todas as instalações 100% operantes e funcionais, Fabrício aposta em um desempenho superior ao da Copa do Mundo, onde a capital amazonense e a Arena da Amazônia foram destaques internacionais. “A arena está funcionando como nunca funcionou. O governador José Melo está muito orgulhoso e não tenho dúvida que Manaus será referência entre todas as cidades sede, incluindo o Rio de Janeiro”.

Operação de segurança supera expectativas – De acordo com o secretário Executivo de Planejamento e Gestão Integrada da Secretaria de Estado de Segurança (SSP), coronel Dan Câmara, a Operação Jogos Olímpicos em Manaus superou todas as expectativas nesta primeira partida.

“Estamos entregando o que planejamos durante dois anos. A operação Jogos Olímpicos é muito maior em tamanho e volume, muito mais complexa do que foi a Copa do Mundo. Todos os dias, temos um volume grande de escoltas, os três centros de treinamento, que não foram usados na Copa do Mundo, agora estão em operação com a manutenção de status de limpo (sem riscos). Todas as áreas da arena limpas, com manutenção e varreduras, além dos perímetros de segurança com checagem de tudo o que entra”, destacou Dan Câmara, ao ressaltar a tranquilidade com que a operação para a primeira rodada de jogos aconteceu.

“Até aqui temos jogos tranquilos, sem qualquer tipo de incidente. Com a parceria da comunidade, estamos mostrando que o povo do Amazonas é ordeiro, que acredita e aplaude, confirmando nossa referência em segurança para grandes eventos.

Coordenador do eixo de Defesa da Operação, o general do Exército Antônio Barros também destacou a eficiência com que as ações integradas que envolvem 50 órgãos das mais diversas áreas nas esferas federal, estadual, e municipal, estão ocorrendo. “Tudo o que foi planejado de modo integrado foi executado, até agora, sem nenhum reparo. Apenas pequenos ajustes. Confesso que esperava mais ajustes. Estou muito satisfeito com os andamentos desses jogos que estão pacíficos, seguros e agradáveis”, disse o general, ao ressaltar que Exército, Marinha e Aeronáutica envolvem cerca de 3,2 mil militares na operação.

Público aplaudiu – O público que esteve na Arena da Amazônia elogiou a estrutura do evento. Com a família, o autônomo Flávio de Souza visitou a arena pela primeira vez e disse que nunca se sentiu tão seguro em um evento. “O número de pessoas e policiais envolvidos desde a nossa chegada deixa qualquer um tranquilo. É realmente muito bom poder aproveitar os jogos sem medo de problemas”, afirmou.

Para o colombiano Carlos Furtado, o rigor na revista feita tanto nas barreiras montadas em volta do estádio, quanto na entrada da Arena da Amazônia. “Não existe o menor risco de qualquer pessoa entrar com materiais impróprios e incomodar a diversão de ninguém. Eu ainda não tinha participado de um evento tão organizado”.

Ações integradas –As ações na Arena da Amazônia foram acompanhadas pelo Centro Integrado de Comando e Controle Regional (CICC-R), no Aleixo, onde está a base de toda a operação, interligada aos Centros Integrados de Segurança das Instalações (CISIs), que funcionam no hotel da família olímpica, nos centros de treinamento e no Live Site.

Com um controle de acesso rígido em todas as entradas que abrangeu tanto o perímetro interno quanto o externo e um sistema de monitoramento por câmeras, foi possível acompanhar em tempo real toda a movimentação dentro e fora da Arena da Amazônia, incluindo o deslocamento das delegações entre o hotel e o estádio.

Um colegiado de todos os órgãos que participam da Operação Jogos Olímpicos em Manaus foi instalado na Arena para pronta resposta, com reuniões de avaliação alinhamento das ações a cada duas horas. Os bombeiros afirmaram ter mandado para a arena 130 homens, enquanto a operação de saúde das secretarias de Saúde do Estado (Susam) e Município (Semsa) envolveu mais de 100 agentes, incluindo o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

*Jornal de Humaitá  – Com informações da assessoria.

Comentários

Comentários

Cidades

More in Cidades

Nova coleta sorológica será realizada em rebanho de 12 municípios no Amazonas

Jornal de Humaitá18 de maio de 2017
Foto: Chaguinha

Milhares comemoram aniversario de 148º anos de Humaitá (AM) com Antony & Gabriel

Jornal de Humaitá15 de maio de 2017

Amazonas se mobiliza para vacinar 900 mil pessoas

jornal de Humaitá14 de maio de 2017

Estudo que tem apoio da Fapeam utiliza resíduos de pirarucu na criação de ração para galinhas poedeiras

Jornal de Humaitá12 de maio de 2017

Seap e PM apreendem estoques e celulares durante revista no Ipat

Jornal de Humaitá11 de maio de 2017

Delegado de Autazes deflagra operação Interior Seguro e recaptura foragido da unidade policial

Jornal de Humaitá9 de maio de 2017

Alunos são dispensados por falta de merenda em escolas de Humaitá-AM

Jornal de Humaitá9 de maio de 2017

Delegação amazonense segue para Brasileiro Adulto de Levantamento de Peso, em Belo Horizonte

Jornal de Humaitá9 de maio de 2017

Prefeitura diz que “oposição não precisa plantar bananeira nas ruas de Lábrea-AM”

Jornal de Humaitá8 de maio de 2017
%d blogueiros gostam disto: