Inicio

Alunos da Escola Estadual Gilberto Mestrinho apresentam exposição de poesias com “Receitas Poéticas – o sabor de ser poeta”

A união, criatividade e determinação foram os ingredientes principais para o sucesso da exposição artística e cultural “Receitas Poéticas – o sabor de ser poeta”, desenvolvida por alunos da Escola Estadual Gilberto Mestrinho, localizada no bairro Colônia Antônio Aleixo, zona Leste de Manaus. A escola faz parte da Secretaria de Estado da Educação e Qualidade do Ensino (Seduc) e o evento ocorreu na tarde desta quinta-feira, 22 de setembro.

O hall da escola estava tomado por alunos e professores, que foram prestigiar os trabalhos de aproximadamente 90 estudantes que, sob a orientação da professora de língua portuguesa Sabrina Nascimento, puderam explorar seus talentos, aliando as técnicas de poesia com a construção de uma receita, resultando num trabalho poético que surpreendeu a todos.

Apresentado pela estudante do 2º ano do Ensino Médio, Ândela Veiga, 19, a jovem aluna ressaltou a importância de trabalhar a criatividade, aliando a isso a poesia. “A ideia da Receita Poética é mostrar aos alunos um pouco de suas criatividades. Nós alunos também temos que ter a receita da nossa vida”, explicou.

A professora Sabrina ressaltou que o objetivo da Exposição de Receitas Poéticas foi de expandir a criatividade dos alunos, aproveitando outras habilidades, como desenho e também a arte culinária. “O objetivo geral é em relação a produção dos textos deles, principalmente quando se fala em literatura, para eles é um bicho de sete cabeças. Então surgiu essa ideia de unir a receita com a poesia e a partir disso a gente construiu nossa exposição”, explicou.

Batalha de hip hop
Num dos momentos que levantou a animação do público presente foi a batalha de hip hop entre os alunos Itamar Azevedo e Breno Batista, ambos com 15 anos e alunos do 1º ano do Ensino Médio. Eles duelaram numa disputa poética, cada um defendendo um poeta e suas obras.

Itamar teve que se aprofundar nas pesquisas com texto e vídeos sobre a escola literária. “Pesquisei muito sobre o barroco e cada estilo de poesia. Achei uma boa apresentação, fiquei nervoso porque tinha muita gente, mas deu tudo certo”, declarou o jovem ao acrescentar que na batalha defendeu o poeta Gregório de Matos. Seu “rival”, Breno, por sua vez tentou vencer o duelo apresentando as obras do padre Antônio Vieira. “Ensaiamos muito, tive que adaptar o texto para as rimas e transformamos algumas partes”, enfatizou o estudante.

Livro de receitas
As alunas do 2º ano do Ensino Médio Adriele Colares e Andria Kemely, ambas de 16 anos, junta com outras colegas criaram um livro de receitas, mas não as receitas convencionais. Sob a orientação da professora Sabrina, elas pegaram a essência do que é fazer receita, com ingredientes e modo de preparam e aliaram a isso a poesia. Como o caso da receita Sopa de Sabedoria, na qual leva como ingredientes curiosidade, leitura, força de vontade, entre outros.

“No começo a gente não tinha criatividade, mas a professora Sabrina foi nos ajudando e orientando. No final as coisas foram fluindo, cada um ajudando o outro, e o resultado foi o livro com várias receitas. que nós mesmo confeccionamos.

Diversas telas com poesias compostas pelos alunos estavam em exposição no hall da escola, com assuntos variados e criatividades distintas.

Culinária
Outro momento aguardado pelos estudantes foi a culinária, qual os alunos tinham que adivinhar as receitas utilizadas em determinado tipo de guloseima (bolos e doces). Os alunos “mestres-cucas” usaram a criatividade e, com base naquilo que conheciam, colocaram a mão na massa produzindo as guloseimas.

FOTOS: EDUARDO CAVALCANTE/SEDUC

 

Anúcios

Siga-me no Twitter

Social Counter

  • 3415 posts
  • 97 comments
  • 0 fans

Anúcios