Cidades

Vasco vence na Arena da Amazônia, após gol contra de Londrina

Vasco vence na Arena da Amazônia, após gol contra de Londrina
Geovanni

A festa na Arena da Amazônia foi toda da torcida cruzmaltina na noite deste sábado, dia 8, na Arena da Amazônia, no bairro Flores, zona Centro-Sul de Manaus. Em sua maioria no estádio, os amantes do Vasco presenciaram o time carioca vencer por 1x 0 em cima do Londrina, após gol contra de Germano. O evento, que reuniu 6.792 pagantes, recebeu apoio do Governo do Amazonas, via Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel), e foi válido pela 30 rodada do Campeonato Brasileiro da Série D.

Com o resultado, o “Gigante da Colina” chega aos 54 pontos e continua na segunda posição da tabela, uma vez que o Atlético Goianiense venceu o Avaí nesta tarde, por 3 x0, no Estádio Olímpico. Apesar disso, a terrinha baré se revela como um verdadeiro amuleto para o Trem Bala da Colina, que canta vitória pela terceira vez em solo amazonense. A primeira foi contra o Fluminense (1×0) e a segunda contra o Flamengo (2×0), pela final da Taça Guanabara e semifinal do Campeonato Carioca, respectivamente.

“A vitória foi importantíssima e Manaus é um local que a gente se sente em casa, tenho muitos amigos aqui, gosto muito daqui. Realmente aqui é um lugar onde as pessoas são muitas queridas e ficamos felizes de ter tantos vascaínos aqui”, disse o Jorginho.

Desempenho

O Vasco mereceu o resultado pela eficiência da sua defesa, principalmente do goleiro Martín Silva, destaque da partida com defesas salvadoras. O Londrina ficou mais tempo com a bola, criou várias chances para marcar, mas esbarrou nos erros de finalização e na ótima atuação do goleiro do Vasco.

No lance de puro oportunismo, o Gigante da Colina acabou marcando o gol aos 27 minutos. Nenê bateu falta na área, o volante Germano tentou afastar de cabeça e acabou colocando a bola nas redes de Marcelo Rangel.

“Depois do jogo contra o Atlético-GO, achamos que pegaríamos no tranco. Não que jogamos mal contra o Náutico e Paysandu, mas a forma como aconteceu. Para mim é muito melhor jogando mal ganhando. Era um jogo de seis pontos, deixar o terceiro, quarto, quinto lugar com seis pontos de diferença”, destacou Jorginho.

Balanço

Sem registro de ocorrência e garantindo comodidade e segurança ao público, o evento foi considerado positivo pelo titular da Sejel, Fabricio Lima. “Graças ao Papai do Céu e o trabalho em conjunto, foi possível operacionalizar este jogo com sucesso e, mais uma vez, Manaus mostrou que pode receber jogos e sabe recepcionar. Agora vamos continuar em busca de outros jogos, sempre pensando em oferecer o melhor à nossa população”, disse o Secretário, ao destacar a participação das Pessoas com Deficiência (PCDs) no evento.

Um dos representantes da classe (PCDs), que comprovou a afirmação do titular da Sejel, foi Cheine Araújo. O campeão Norte-Nordeste de Arremesso de Peso veio ao jogo com mais seis amigos deficientes visuais e sentiram na `pele` e emoção do jogo protagonizado.

“É muito bom vir ao jogo e ter a alegria da acessibilidade, algo diferenciado e que possibilita a nossa participação. A gente não consegue ver, mas é possível sentir e vibrar junto, algo muito bom para todos nós, que emociona”, disse o paratleta, 35.

Pelo jogo, o Fundo Estadual do Esporte e Lazer (Feel) irá ter o benefício de 10% de todo o lucro, que irá ser empregado no esporte local.

Torcida do Vasco

Grávida de cinco meses, a estudante Juliana Almeida veio conferir a partida com a família. “Nós já viemos em outros jogos, mas desta vez é diferente, porque é nosso time de paixão e nosso bebê já veio conferir na barriga”, destacou.

O autônomo Raquelme Santos também garantiu presença na partida e acompanhou o Vasco pela terceira vez na Arena da Amazônia, fazendo parte da torcida `pé quente`.

“É muito interessante ver e torcer pelo nosso time mais de perto, na nossa casa. A Arena da Amazônia tem tudo para receber partidas de qualquer campeonato e estou muito feliz por esta oportunidade”, afirmou.

Torcida do Londrina
08-10-2016-jogo-vasco-x-londrina-foto-nathalie-brasil-8O sotaque paranaense não teve só presente no campo de jogo. Da arquibancada também vieram gritos de apoio de dois torcedores que saíram da capital do café, como é conhecida a cidade, para acompanhar o Tubarão na Arena da Amazônia.

Comentários

Comentários

Cidades

More in Cidades

Nova coleta sorológica será realizada em rebanho de 12 municípios no Amazonas

Jornal de Humaitá18 de maio de 2017
Foto: Chaguinha

Milhares comemoram aniversario de 148º anos de Humaitá (AM) com Antony & Gabriel

Jornal de Humaitá15 de maio de 2017

Amazonas se mobiliza para vacinar 900 mil pessoas

jornal de Humaitá14 de maio de 2017

Estudo que tem apoio da Fapeam utiliza resíduos de pirarucu na criação de ração para galinhas poedeiras

Jornal de Humaitá12 de maio de 2017

Seap e PM apreendem estoques e celulares durante revista no Ipat

Jornal de Humaitá11 de maio de 2017

Delegado de Autazes deflagra operação Interior Seguro e recaptura foragido da unidade policial

Jornal de Humaitá9 de maio de 2017

Alunos são dispensados por falta de merenda em escolas de Humaitá-AM

Jornal de Humaitá9 de maio de 2017

Delegação amazonense segue para Brasileiro Adulto de Levantamento de Peso, em Belo Horizonte

Jornal de Humaitá9 de maio de 2017

Prefeitura diz que “oposição não precisa plantar bananeira nas ruas de Lábrea-AM”

Jornal de Humaitá8 de maio de 2017
%d blogueiros gostam disto: