Capa » Jornal de Humaitá » Brasil » Cidades » PSICOLOGIA AO SEU ALCANCE: Projeto interrompido
PSICOLOGIA AO SEU ALCANCE: Projeto interrompido

PSICOLOGIA AO SEU ALCANCE: Projeto interrompido

[embedyt] http://www.youtube.com/watch?v=x9l-kCb-bGQ[/embedyt]

Numa tragédia como essa do time da Chapecoense, que num instante dizimou um grupo de jogadores, juntamente com jornalistas que cobririam a final da Copa Sul-Americana, o que dizer aos familiares que ficam e se questionam o porquê? Como conviver com essa dor? A morte interrompeu os projetos de quem estava na aeronave, bem como dos familiares e de toda uma torcida que se identificava com o time, sua postura, sua garra; que pelas vitórias inspirava muita gente nas suas conquistas pessoais e profissionais. O futebol não é apenas um esporte, é uma batalha travada num campo delimitado, que representa uma guerra e transmite euforia, angustia e tristeza, todas misturadas. Não é apenas um esporte, é uma emoção que transborda e ultrapassa as fronteiras do campo, refletindo no dia-a-dia do torcedor.

Jogadores, mídia e torcedores vivem as glorias e derrotas, sentem na carne o desempenho do seu time. Mas a esperança está no próximo jogo, sempre tem a próxima partida para recuperar uma derrota. No entanto a morte interrompe, ela é o significado mais real da palavra “definitivo”, pois com ela não se consegue mais corrigir nem se alcançar os planos. Ela é implacável e destrói sonhos. E como conviver com algo que ceifa a vida de maneira tão radical?

Também não podemos esquecer que é diante da morte que nos sentimos mais vivos. É diante da morte que lutamos com todas as forças e não desperdiçamos tempo. É diante da morte que temos a dimensão do valor da vida. E é diante da interrupção da vida que convivemos com a dor da perda.

Hoje o futebol está mais triste, as torcidas estão olhando para Chapecó.  Agora é o momento de acolher, de acalentar, se encontrar um torcedor desamparado e não tem o que dizer: abrace-o, mesmo que seja em silêncio. Vai ser lembrando os feitos desses jogadores e os mantendo vivos que os homenagearemos. Diante das distâncias geográficas, as frases de apoio servem de consolo aos familiares e torcedores. Escreva aqui sua frase de apoio a todos os torcedores da Chapecoense, familiares e amigos.

Psicólogo Flávio Melo Ribeiro
CRP12/00449

A Viver – Atividades em Psicologia desenvolveu programas psicoterapêuticos que possibilitam ser trabalhados em grupos e individual.
flavioviver@gmail.com (48) 9921-8811 (48) 3223-4386
Página no Facebook: Viver – Atividades em Psicologia

faça um comentários
%d blogueiros gostam disto: