Capa » Artistas » Seduc premia estudantes e professores da rede pública de ensino vencedores da Olimpíada Amazonense de Matemática
Seduc premia estudantes e professores da rede pública de ensino vencedores da Olimpíada Amazonense de Matemática

Seduc premia estudantes e professores da rede pública de ensino vencedores da Olimpíada Amazonense de Matemática

A Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino (Seduc) premiou, na última quarta-feira (30), os estudantes e professores vencedores da primeira edição da Olimpíada Amazonense de Matemática (OAM). A solenidade de premiação aconteceu no auditório Martinho Luterano da Universidade Luterana do Brasil (Ulbra), localizada no bairro Japiim, zona sul de Manaus.

O evento contou com a presença da diretora do Departamento de Políticas e Programas Educacionais, Roberta Prestes; do gerente do Ensino Fundamental II, Eriberto Façanha; da gerente do Ensino Fundamental I, Nelyzabel Barros Carneiro; e do coordenador estadual da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP), responsável pelos 61 municípios do interior, professor Carlos Wagner.

A Olimpíada Amazonense de Matemática foi a primeira do gênero organizada no Amazonas e teve a proposta contribuir com o ensino, motivar os estudantes da rede pública para o aprendizado em ciências exatas e trazer maior dinamicidade à sala de aula. A competição educativa contou com a participação de mais de 200 mil estudantes de escolas da capital e de 43 municípios do interior.

Medalhas – Durante a solenidade, que foi organizada tanto para os alunos da capital quanto para os alunos do interior da rede pública estadual e municipal de ensino, além do Colégio Militar de Manaus (CMM), os estudantes foram premiados com medalhas de ouro, prata, bronze, e de menções honrosas, em cada nível da competição. Foram 24 medalhas, sendo 8 de ouro; 8 de prata e outras 8 de bronze.

Além dos estudantes, os professores de cada escola participante da competição e que orientaram os alunos, também foram premiados com menções honrosas e os gestores das unidades de ensino, com troféus.

Preparação para Olimpíada Nacional – O resultado final da competição, segundo um dos coordenadores da Olimpíada, professor Nilo Sena, mostrou o empenho e dedicação dos estudantes e com certeza, foi muito favorável para a vida acadêmica de cada um deles. “O principal objetivo da competição foi incentivar os estudantes a enxergarem a disciplina de Matemática com outro olhar, a terem gosto pelo aprendizado dos conteúdos da disciplina, além de ter sido uma espécie de preparação para a Olimpíada Nacional de Matemática (OBMEP), já que foi trabalhado o raciocínio lógico, a resolução de questões e isso trouxe, com toda certeza, muito conhecimento para a vida acadêmica dos jovens”, afirmou o professor.

De acordo com o gerente do Ensino Fundamental II da SEDUC, Eriberto Façanha, a solenidade de premiação é um momento muito importante para parabenizar todos que participaram e contribuíram para a realização da Olimpíada.

“Pensamos a primeira Olimpíada de Matemática como uma forma de aprimorar o ensino da disciplina nas escolas públicas, incentivando os estudantes a gostarem desse aprendizado. A ideia da competição é fazer com que as crianças e jovens vejam a Matemática de uma forma diferente. Essa cerimônia é um momento de muita satisfação, por estarmos premiando não somente os alunos, mas também os professores e todos que estiveram envolvidos na realização desse evento”, declarou o gerente Eriberto Façanha.

Etapas – A Olimpíada foi dividida em três níveis, de acordo com a série na qual o aluno está matriculado e organizada em quatro fases distintas.

A primeira fase correspondeu a uma avaliação objetiva (com questões de múltipla escolha). A segunda fase, com a participação somente dos estudantes aprovados na primeira avaliação também foi organizada a partir de uma prova objetiva.A terceira e última etapa, com a participação dos alunos aprovados na segunda etapa, foi marcada por uma avaliação discursiva.

O primeiro nível da competição foi destinado aos estudantes matriculados no 4º e 5º anos do Ensino fundamental. O segundo nível contemplou os alunos de 6º e 7º anos. No terceiro nível da Olimpíada, as provas foram aplicadas com alunos matriculados no 8º e 9º anos também do Ensino Fundamental. O quarto e último nível da competição foi direcionado aos estudantes do 1º e 2º anos do Ensino Médio.

Premiados – Um dos alunos premiados na competição foi o estudante do 7º ano do Ensino Fundamental da Escola Estadual Brigadeiro João Camarão Telles Ribeiro, Ramon Silva Lima, 12. O estudante conquistou medalha de bronze no segundo nível da Olimpíada (6º e 7º anos).

Para ele, que também é medalha de bronze na OBMEP do ano de 2015, a competição foi muito importante para sua vida acadêmica e serviu para aprimorar seu nível de aprendizado na disciplina. “Essa competição foi muito positiva, pois estimula os estudantes a gostarem da disciplina de Matemática. Para mim, foi muito bom participar da olimpíada e ter conquistado a medalha de bronze entre tantos estudantes muito inteligentes”, contou Ramon.

Medalha de ouro na competição, o estudante do 2º ano do Ensino Médio do Colégio Militar de Manaus (CMM), Kenji de Souza Yamane, afirmou que está muito honrado por ter participado da competição e conquistado a premiação máxima. “Estou muito honrado com o resultado que obtive na Olimpíada. Estudei muito para conseguir conquistar a medalha de ouro e acredito que essa competição irá me ajudar a chegar mais longe, como conseguir uma vaga em uma universidade pública, futuramente”, explicou o estudante.

FOTOS: ARIANE ALCÂNTARA/SEDUC

faça um comentários
%d blogueiros gostam disto: