Obras que trazem situações familiares delicadas e vivenciadas pelos filhos são recomendações da Editora Moderna para a data

Pai e mãe são tidos como exemplo e porto seguro da família. Mas, o que fazer quando ambos perdem seus empregos ao mesmo tempo? Ou quando o trabalho de um deles levanta suspeitas? Esses problemas delicados são relatados para crianças e jovens em duas obras que têm a figura paterna como tema central. Os títulos da Editora Moderna são recomendáveis para o Dia dos Pais, comemorado no próximo dia 13 de agosto.

Exiba imagens para confirmar leitura

O livro Pai sem terno e gravata, de Cristina Agostinho, traz um enredo sob a ótica de Dedeia, uma criança de apenas 10 anos, que conta a história de sua família, cujos pais perderam os empregos. Todos viviam confortavelmente em um apartamento próximo ao centro da cidade e os pais trabalhavam para sustentar a casa e ofereciam aos filhos tudo que os jovens da classe média estão acostumados: aulas de natação, roupas da moda, viagens, shoppings.

Certo dia, a mãe da garota é demitida da empresa que trabalha e a menina começa a sentir os primeiros cortes decorrentes da contenção de despesas da família: nada de biscoitos ou chocolates no mercado, o carro é substituído pelo ônibus e no Natal os presentes são mais modestos. E como se não bastasse a privação imposta pela perda do emprego da mãe, Dedeia e seus irmãos são surpreendidos também com a perda do emprego do pai. Como será que esta família da classe média vai superar estes problemas?

A autora Cristina Agostinho diz que este livro foi inspirado em experiências próprias: “Quando fui trabalhar numa empresa siderúrgica que faliu, e vivi de perto o desespero dos colegas que perderam o emprego, virei escritora. Aí nasceu o Pai sem terno e gravata”. Pela importância do tema abordado, a obra ganhou o Prêmio Adolfo Aizen, da União Brasileira de Escritores na categoria Melhor livro juvenil – Realidade, no ano de 1993.

Preço: R$26,90

Em Meu pai é o cara, de César Obeid, o jovem protagonista Gustavo vê sua vida mudar completamente de uma hora pra outra. Num dia, ele é filho de um famoso diretor de teatro. No outro, vê seu pai abandonar a arte para, misteriosamente, trabalhar com comércio. Viagens nacionais e internacionais e jantares em restaurantes sofisticados se tornam constantes no seu dia a dia. Até que o garoto descobre que seu pai está trabalhando com mercadoria ilegal, o que fez com que seu mundo desabe. No meio disso tudo, ainda tem uma namorada em busca de atenção.

Como o protagonista irá lidar com tantos conflitos? Será que ele terá coragem de denunciar o próprio pai? Ou vai fingir que não sabe de nada? Será que a vontade de verdade e coerência de Gustavo vencerá o desejo de conveniência e conforto? Nesta história cheia de emoção, romance e desafios, o leitor é convidado a descobrir estas e outras respostas destas perguntas difíceis.

Preço: R$ 46,00

Sobre os autores

Cristina Agostinho nasceu em Minas Gerais, em 1949. Leu toda a coleção de Monteiro Lobato, depois foi explorar os livros de Júlio Verne e não parou mais. Dona de um estilo ágil e bem-humorado, Cristina é autora de "Amor inteiro para meio irmão", "Pai sem terno e gravata", "O mistério do livro sem mistério", "Munheca de samambaia" e outros.

César Obeid é escritor, educador e contador de histórias. É autor de diversos livros para o público infantojuvenil, alguns deles premiados pela Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil – FNLIJ. Frequentemente escreve matérias e artigos para jornais e revistas de educação, como também participa de gravações de programas de televisão e rádio para falar sobre leitura, literatura, poesia e cultura popular.

Sobre a Moderna
A Moderna na área de Literatura desenvolve projetos para que o aluno-leitor – desde a Educação Infantil até o Ensino Médio – ative sua capacidade de compreender, analisar e refletir sobre os conteúdos estudados. Com obras de ficção, não ficção e arte, o selo disponibiliza recursos para que o professor tenha a sua disposição todas as oportunidades de ensino, tais como: um plano leitor, apresentando os níveis de dificuldade de cada livro; um projeto de leitura, sugerindo atividades criadas por especialistas; e uma assessoria pedagógica específica para a necessidade da escola. Sempre em busca de novos caminhos para a excelência de suas publicações, a Moderna Literatura, numa iniciativa inédita no mercado editorial brasileiro, trouxe, com exclusividade para seu catálogo, todas as obras do renomado autor Pedro Bandeira, criando assim um momento importante para a literatura brasileira infantil e juvenil. O sucesso desta ação foi repetido com a escritora e ilustradora Eva Furnari e com o autor Walcyr Carrasco, cronista, dramaturgo, roteirista, tradutor e adaptador de clássicos da literatura.
Por: Weber Shandwick Brasil
faça um comentários
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais em Jornal de Humaitá

Deixe uma resposta

Check Also

O Natal, crise de ansiedade e depressão

Você sabia que aumenta a incidência de casos de crise de ansiedade ou mesmo de depressão c…