RIO – O Comando da Aeronáutica acaba de informar que avião modelo C-98 Caravan da Força Aérea Brasileira (FAB), que desapareceu na manhã de quinta-feira , com 11 pessoas a bordo, na Amazônia, foi localizado no início da tarde desta sexta-feira por integrantes da tribo Matis. De acordo com a FAB, há relatos de sobreviventes.

“O Comando da Aeronáutica iniciou, imediatamente, uma operação para o resgate, envolvendo as aeronaves que já estavam encarregadas nas buscas”, diz um trecho da nota.


No total, oito aviões – sete da Força Aérea e um do Exército – participam da operação de resgate. São dois helicópteros H-60L BlackHawk, um helicóptero HM-3 Super Cougar (Exército), um KC-130 Hércules, um SC-95 Bandeirante, dois C-105 Amazonas e um R-99.

Segundo as informações preliminares, a aeronave encontra-se em meio à Floresta Amazônica, entre as Aldeias Aurélio (da Tribo dos Matis) e Rio Novo (da Tribo dos Murugos), próximo ao Rio Ituí, afluente do Rio Javari.

Sai lista de tripulantes e passageiros da aeronave

No fim da manhã, foi divulgada a lista com os nomes dos sete passageiros – profissionais da Fundação Nacional de Saúde (Funasa) – e dos quatro tripulantes da aeronave. Segundo a FAB, os militares são: Carlos Wagner Ottone Veiga (1° tenente), José Ananias da Silva Pereira (2° tenente), Marcelo dos Santos Dias (suboficial), e Edmar Simões Lourenço (1° sargento).

Já os passageiros foram identificados pela Funasa como: Diana Rodrigues Soares (técnica). João de Abreu Filho (técnico), Jositéia Vanessa de Almeida (enfermeira), Marcelo Nápoles de Melo (técnico), Maria das Dores Silva Carvalho (técnica), Maria das Graças Rodrigues Nobre (técnica) e Marina de Almeida Lima (técnica).

O avião desapareceu na manhã de quinta-feira, quando fazia um voo entre Cruzeiro do Sul (AC) e Tabatinga (AM). A aeronave dava apoio à Operação Gota, do Ministério da Saúde, de vacinação de comunidades indígenas.

À noite, a FAB informou que o avião emitiu sinal de alerta 58 minutos após a decolagem. O sinal foi captado pelo Salvaero. Ainda segundo a FAB, “eram boas as condições meteorológicas no horário do desaparecimento da aeronave”.

O modelo C-98 Caravan foi desenvolvido no início dos anos 80 nos Estados Unidos para transporte de pequenas cargas e passageiros em curtas distâncias. No Brasil, é utilizado desde 1987 em tarefas de apoio, utilitárias e de evacuação aeromédica. Também é usado pelo Correio Aéreo Nacional e em ações cívico-sociais do Exército.

O conteúdo do site tem expressa autorização de publicação desde que informe a fonte.

Jornal de Humaitá – O portal de notícias do Amazonas
faça um comentários
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais em Amazonas
Comments are closed.

Leia mais

Tíquete-alimentação será pago aos servidores estaduais da Saúde

O Movimento dos Trabalhadores da Saúde do Amazonas (MOTS-AM), o deputado estadual Luiz Cas…