23/12/2010

Foto: Cedida – Jean Santiago

HUMAITÁ (AM) – Líderes comunitários e chefes indígenas voltaram a bloquearam a BR 230 Transamazônica para reivindicar a implantação do Programa do Governo Federal “Luz Para Todos”. A manifestação acontece a 45 quilômetros do centro urbano de Humaitá. Segundo os organizadores do bloqueio, ainda não há previsão de término para a paralisação.

O representante da Comunidade de Nossa Senhora Aparecida e um dos líderes da reivindicação, Dirceu Lazarotto, contou que o motivo do bloqueio foi o descumprimento do acordo feito no último manifesto, realizado no mês de setembro. “Só estamos querendo conseguir a energia que, de acordo com o próprio Governo Federal, é direito nosso”, disse.

O líder comunitário relatou que o principal problema é a falta de uma licença que deveria ser concedida pelo Departamento Nacional de Infraestrutura e Transporte (DNIT), necessária para a empresa continuar a instalação da rede elétrica. “O moradores das margens da BR estão a mais de 60 dias junto solicitando este documento e, por não sermos atendidos, resolvemos tomar novamente esta iniciativa. Pelo acordo, até o dia 05 de dezembro, já teríamos energia instalada. Às vezes pensamos que nada pode acontecer para essas comunidades, nos dá a impressão de que tem alguém que não deixa acontecer as coisas boas para esse povo”, desabafou Lazarotto.

O manifesto está protocolado dentre outros no Ministério Público, Exército, Polícia Civil, Polícia Militar, Polícia Rodoviária Federal e no próprio DNIT e conta também com o apoio das comunidades do Maicí Mirim, Traíra e Pupunha. (IP)

O conteúdo do site tem expressa autorização de publicação desde que informe a fonte.

Jornal de Humaitá – O portal de notícias do Amazonas
faça um comentários
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais em Amazonas
Comments are closed.

Leia mais

Tíquete-alimentação será pago aos servidores estaduais da Saúde

O Movimento dos Trabalhadores da Saúde do Amazonas (MOTS-AM), o deputado estadual Luiz Cas…