Amazonas

Obras das UPAs estão em andamento

Obras das UPAs estão em andamento
Manaus/AM. O Governo do Amazonas está construindo cinco Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) em Manaus, nos bairros Cidade Nova I, Campos Sales, e Novo Israel (Zona Norte), Petrópolis (Zona Sul) e Jorge Teixeira (Zona Leste). Segundo a Secretaria Estadual de Saúde (Susam), as unidades da Cidade Nova e de Campos Sales estão com 30% da obra pronta e têm previsão para conclusão em três meses.

As unidades de Petrópolis, Jorge Teixeira e Novo Israel foram licitadas, mas enfrentam problemas burocráticos, dentre os quais a desapropriação do terreno e a liberação de licença ambiental. Segundo a Susam, a previsão é de que até abril essas questões estejam resolvidas. O prazo de conclusão de cada UPA é de quatro a seis meses. Está prevista a construção de mais duas unidades no interior, uma em Manacapuru e outra em Parintins.

A implementação e operacionalização das Unidades no Estado está sob a responsabilidade da Susam e do Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas, este último responsável pela realização do concurso público para contratação de pessoal.

Em reunião com a comissão dos aprovados no concurso, o chefe da Casa Civil do Governo do Estado, Raul Zaidan, afirmou que a intenção da administração estadual é dar andamento ao certame. Zaidan acertou com os membros da comissão a realização, na próxima terça feira (22), de uma nova reunião na sede do Governo do Estado, Compensa, para apresentar as providências que serão tomadas, aprovadas pelo governador Omar Aziz e os órgãos envolvidos, como a Secretaria de Segurança Pública (SSP) e o Corpo de Bombeiros.

Investimentos

As UPAS estão sendo construídas em parceria com o Governo Federal, responsável pelo repasse de 30% do valor total da obra. Os outros 70% são a contrapartida estadual. Cada UPA está orçada em R$ 7 milhões.

As UPAs são unidades de urgência e emergência pré-hospitalar voltadas para atendimento de baixa e média complexidade, inclusive com exames laboratoriais e radiológicos. Sua função é garantir o primeiro atendimento rápido, com estabilização e observação de pacientes por períodos de até 24 horas, antes de sua remoção para o tratamento definitivo ou liberação para acompanhamento ambulatorial.

As unidades devem atuar em apoio ao Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), permitindo o direcionamento dos pacientes com necessidade de internação para os hospitais da rede pública de saúde, através de busca ativa e das Centrais de Regulação.

Fonte: Acessória

O conteúdo do site tem expressa autorização de publicação desde que informe a fonte.

Jornal de Humaitá – O portal de notícias do Amazonas

Comentários

Comentários

Amazonas

More in Amazonas

Urgente! Ônibus de Apuí(AM) com destino a Porto Velho (RO) capota

Jornal de Humaitá22 22America/Manaus novembro 22America/Manaus 2017

PM prende homem acusado de Latrocínio em Manicoré

Jornal de Humaitá20 20America/Manaus novembro 20America/Manaus 2017

Polícia Militar apreende contrabando de cigarros, Quelônios e cocaina em Manicoré- AM

Jornal de Humaitá20 20America/Manaus novembro 20America/Manaus 2017

PM PRENDE HOMEM ACUSADO DE ENTRAR EM SALÃO DE BELEZA E AMEAÇAR FUNCIONÁRIOS COM ARMA DE FOGO

Jornal de Humaitá20 20America/Manaus novembro 20America/Manaus 2017

Maués: Nova UBS tem capacidade para 300 atendimentos diários

Jornal de Humaitá19 19America/Manaus novembro 19America/Manaus 2017

Alunos de 23 escolas estaduais participam de mostra sobre educação para um trânsito seguro

Jornal de Humaitá18 18America/Manaus novembro 18America/Manaus 2017

Comitiva Parlamentar realiza visita a BR-319

Jornal de Humaitá18 18America/Manaus novembro 18America/Manaus 2017

Justiça Eleitoral realiza treinamento com membros de mesa que atuarão nas eleições do CREA-AM

Jornal de Humaitá18 18America/Manaus novembro 18America/Manaus 2017

Contrabando de cigarros paraguaios aumenta e provoca prejuízos ao Brasil

Jornal de Humaitá18 18America/Manaus novembro 18America/Manaus 2017
Seja bem vindo.

Categorias

Arquivos

Copyright © 2017 Jornal de Humaitá