Espera-se que o fenômeno aconteça entre 2h e 5h da manhã e se prolongue até a noite de sábado

Chuva de meteoros poderá ser observada nesta madrugada. Foto: AFP
A partir da madrugada de hoje (5) para sexta-feira (6), os Humaitaense poderão observar uma chuva de meteoros (conhecidas também como estrelas cadentes). Espera-se que o fenômeno aconteça entre 2h e 5h da manhã e se prolongue até a noite de sábado.

Para o astrônomo do Museu da Amazônia (Musa), Germano Afonso, é bom ficar acordado até mais tarde. “O melhor dia para observação é a madrugada de hoje [quinta-feira, 05/05] para sexta”. Segundo ele também será possível observar o fenômeno no sábado (7) a noite.
Para ver as estrelas será preciso olhar para o lado leste (onde o sol nasce). Quem quiser saber se está olhando para o lado certo terá de procurar um estrela muito brilhante, nesse caso o planeta Saturno, e olhar para o lado oposto.
“Nesse horário, Saturno estará se pondo no horizonte no lado oeste, parece uma estrela bem brilhante. Enquanto no lado oposto, leste, estará aparecendo a constelação de Aquário e não haverá nenhuma estrela brilhante para usarmos como referencial.” ressaltou o astrônomo.
Outra previsão de que no período de observação não haverá Lua. Isso acaba garantindo uma noite mais escura, que facilita a visualização do meteoros. Mesmo assim é ideal buscar um local longe das luzes artificiais e torcer para o tempo não estar nublado.
O cometa Halley
Os meteoros que serão observados na próximas noites são pedaços do cometa Halley, que fez sua última passagem pela Terra em 1986. A cada 76 anos o cometa completa uma volta ao redor do Sol, sendo assim só volta a ser visível em 2061.
redação www.jornaldehumaita.com

O conteúdo do site tem expressa autorização de publicação desde que informe a fonte.

Jornal de Humaitá – O portal de notícias do Amazonas
faça um comentários
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais em Amazonas
Comments are closed.

Leia mais

Saiba como prevenir seus eletroeletrônicos dos danos causados pelas fortes chuvas

São Paulo, novembro de 2017 – Basta o Verão se aproximar para voltar a preocupação c…