Intenção do MPT é que apoio de entidades que denunciam casos se some ao dos órgãos com poder de polícia

O Ministério Público do Trabalho possui hoje uma rede de contatos com organizações não-governamentais que também apoiam o combate ao trabalho escravo.

As entidades utilizam as redes sociais da Internet, email e o telefone para fazer denúncias, e o trabalho delas se somará aos dos órgãos com poder de polícia.

“Nossa finalidade é estabelecer políticas de atuação e unir os órgaos para que possamos definir ações”, explica o procurador-chefe do MPT-11ª Região, Jorcinei Dourado do Nascimento.

A ideia é fazer com que os órgãos possam acionar o MPT assim que se depararem com situações de trabalho análogo ao de escravo.

“Atualmente estamos estudando sugestões de adaptações para melhorar o termo de cooperação em função da necessidade de ampliação dessa rede”, explica.

A Procuradoria Geral do Trabalho, com sede em Brasilia, realiza em nível local e nacional forças tarefas comandadas pela Coordenadoria Nacional de Combate ao Trabalho Escravo.

“Já trabalhamos em nível local e regional, e vamos aos pontos seja por meio de denúncias ou a partir de atuações do Ibama e da Superintendência Regional do Trabalho, agora com a ampliação da rede podemos aumentar o nosso raio de abrangência”, avalia.

O procurador diz que, ao contrário do que se possa imaginar, os trabalhadores escravos que atuam no Amazonas são provenientes de outros estados do Nordeste e da Região Sul.

“Encontramos amazonenses, mas a incidência é pequena em relação à quantidade de migrantes”, afirmou Jorcinei, que já flagrou pessoalmente situações de trabalho análogo ao de escravo em fazendas nos municípios de Lábrea, Humaitá e Boca do Acre.

Redação: JORNAL A CRÍTICA

O conteúdo do site tem expressa autorização de publicação desde que informe a fonte.

Jornal de Humaitá – O portal de notícias do Amazonas
Carregar mais artigos relacionado
Carregar mais em Amazonas
Comentários estão fechados.

Verifique também

IESS divulga vencedores do VII Prêmio IESS de Produção Científica em Saúde Suplementar

Seminário "Qualidade e Eficiência na Saúde" contou com palestras especiais e apr…