Segundo ele, objetos como a Terra distorceriam o tempo e o espaço. Nave Gravity Probe B comprovou o efeito em órbita.

A sonda da Nasa Gravity Probe B confirmou previsões feitas a partir da teoria geral da relatividade de Albert Einstein, informou a agência espacial americana (Nasa), nesta quarta-feira (4)


Testar as idéias do físico alemão era exatamente a missão da nave lançada em 2004. Os cientistas queriam saber se o espaço e o tempo realmente eram distorcidos perto de um corpo gravitacional – como é a Terra. Segundo as idéias de Einstein, conforme o planeta gira, ele puxa com ele tanto o tempo quanto o espaço.

Parece complicado de entender? O autor principal do estudo, Francis Everitt, da Universidade Stanford, ajuda. “Imagine que a Terra está submersa em mel. Conforme o planeta gira, o mel gira com ele e é isso que acontece com o tempo e o espaço”, explicou ele em nota.
Para fazer isso, a sonda usou em órbita quatro giroscópios, que medem a direção no espaço, apontados para uma estrela específica. Se a gravidade não afetasse o tempo e o espaço, eles ficariam sempre apontando a mesma direção. No entanto, houve movimentação, provando a teoria.
O achado foi publicado na edição desta semana da revista especializada “Physical Review Letters”.

O projeto da Gravity Probe B é um dos mais antigos da ciência espacial, começando a ser desenhado em 1959 em Stanford, apenas quatro anos após a morte de Einstein. Francis Everitt se juntou à missão em 1962, um ano antes da própria Nasa. Após o fim de seu trabalho, a nave foi aposentada em dezembro.

O conteúdo do site tem expressa autorização de publicação desde que informe a fonte.

Jornal de Humaitá – O portal de notícias do Amazonas
faça um comentários
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais em Brasil
Comments are closed.

Leia mais

Por que demitir pode não ser a melhor estratégia?

Segundo dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) o Brasil encerrou o …