A Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP) abre a terceira turma para o curso de Capacitação e Atualização de servidores que vão atuar no Programa Ronda do Bairro, cuja previsão de implantação da fase piloto é no segundo semestre deste ano, na zona norte da cidade. A meta para esta primeira fase é formar 1.100 policiais. Até o final do ano, espera-se capacitar mais dois mil servidores para a implantação do programa nas quatro zonas da cidade.

O trabalho mais próximo da população e uma maior integração das polícias militar e civil são os principais temas trabalhados no curso. De acordo com o diretor-geral do Instituto Integrado de Ensino de Segurança Pública (IESP), coronel Francisco das Chagas, o curso busca ampliar a concepção do policial, tornando-o mais próximo da comunidade e adaptado às novas tecnologias.
A meta é, com uma maior integração das polícias militar e civil e através do incentivo à formação de conselhos comunitários de segurança em cada bairro, atender de forma mais rápida e eficaz as demandas da população.
Conteúdo – O curso tem duração de cinco semanas e prevê a formação de um perfil policial mais engajado com as causas sociais, próximo da comunidade e adaptado à tecnologia embarcada das novas viaturas que vão integrar à frota de Secretaria de Segurança Pública com o Ronda do Bairro. Nas duas primeiras turmas formadas neste ano, mais de 200 policiais receberam o certificado de conclusão. “Estamos na fase de treinamento, implementação e planejamento. A qualificação do policial é importante para que, ao assumir o local de atuação, ele tenha conhecimento de todas as ferramentas disponíveis, como a tecnologia embarcada, e, principalmente, a conscientização do trabalho em conjunto com a população”, diz o comandante da Polícia Militar, coronel Almir David.
Coordenado pelo IESP, o curso possui uma grade curricular com disciplinas de cunho mais humanizado. Segundo o coronel Francisco das Chagas, o conteúdo do programático está direcionado aos Direitos Humanos, à Polícia Comunitária e à Medicação de Conflitos. Outra disciplina citada pelo diretor é destinada ao uso de armas não letais.

O conteúdo do site tem expressa autorização de publicação desde que informe a fonte.

Jornal de Humaitá – O portal de notícias do Amazonas
faça um comentários
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais em Amazonas
Comments are closed.

Check Also

Vulgo ‘Dois Reais’ é preso com munição cal.40 em Humaitá

Força Tática do 4°BPM (Humaitá) efetuou a prisão de Jhon Vagner Souza da Silva, 26 anos, m…