Comunidades estão isoladas em razão da cheia do rio Branco.
Governo decretou estado de calamidade pública neste domingo (5).
Roraima enfrenta suas piores enchentes desde 1976, informou o governo estadual nesta segunda-feira (6). Praticamente todos os municípios estão em situação de emergência, e comunidades estão em isolamento total em razão das fortes chuvas que atingiram o estado nos últimos dias. Neste domingo, o governador José de Anchieta decretou estado de calamidade pública. A região sul do estado é a mais afetada.
Enchente do rio Branco deixou comunidades isoladas; rio está 10,02 metros acima do nível normal (Foto: Divulgação/Governo Roraima)

Segundo informações do governo estadual, o rio Branco subiu 10,02 metros acima do limite normal. Na última grande cheia, de 1976, o volume subiu 9,8 metros. No sábado (4), o rio Branco estava 9,6 metros acima do nível.

De acordo com o governo, em razão da cheia, das 15 comunidades do baixo Rio Branco, pelo menos a metade está submersa. Apenas Boa Vista e de Pacaraima não decretaram situação de emergência, dentre os 15 municípios do estado.
A capital contabiliza 113 pessoas desabrigadas (que perderam suas casas) e 238 desalojadas (em casas de parentes).
A principal rodovia do estado, BR-174, está com o tráfego interrompido desde a sexta (3).
De acordo com o governo, há risco de rompimento da principal ponte sobre o rio Branco, na altura da cidade de Caracaraí, onde uma fissura de 16 centímetros ameaça a estrutura da ponte.
O governador deve ir a Brasília durante a tarde onde se encontra com o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra de Souza, para solicitar auxílio do governo federal. O governo também solicitou apoio da Aeronáutica e do Exército.
Fonte: G1

O conteúdo do site tem expressa autorização de publicação desde que informe a fonte.

Jornal de Humaitá – O portal de notícias do Amazonas
faça um comentários
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais em Humaitá
Comments are closed.

Leia mais

Por que demitir pode não ser a melhor estratégia?

Segundo dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados) o Brasil encerrou o …