Os crimes, segundo a Polícia Civil, ocorria há cinco anos. A mãe das meninas, de 29 anos, também foi presa por suspeita de conivência com o crime.
Lábrea – Um agricultor de 53 anos foi preso em Lábrea (a 702 quilômetros a sudoeste de Manaus) por suspeita de ter estuprado as duas enteadas, de 13 e 15 anos. Os crimes, segundo a Polícia Civil, ocorria há cinco anos. A mãe das meninas, de 29 anos, também foi presa por suspeita de conivência com o crime.

A titular da Delegacia Especializada em Proteção a Criança e ao Adolescente (DEPCA) em Lábrea, Fernanda Cavalcante, informou que recebeu denúncia do Conselho Tutelar e do Ministério Público Estadual (MP-AM), e que as meninas relataram que tinham sido estupradas várias vezes pelo padrasto e que já tinham denunciado o crime à mãe. Outras três pessoas foram presas por suspeita de terem ameaçado os denunciantes.
Em depoimento, segundo a delegada, o padrasto negou ter violentado as enteadas. A mãe também negou ter sido informada pelas filhas sobre os crimes. O agricultor foi indiciado por estupro de vulnerável e a mãe por omissão.
O conteúdo do site tem expressa autorização de publicação desde que informe a fonte.
Jornal de Humaitá – O portal de notícias do Amazonas
Carregar mais artigos relacionado
Carregar mais em Amazonas
Comentários estão fechados.

Verifique também

MPT encontra indícios de demissão discriminatória por idade na Estácio de Sá

Levantamento feito em uma lista de 77,8% dos professores dispensados mostra que eles têm m…