Amazonas

Amazonas registra aumento de 144% de focos de calor em 2011 em relação a 2010, diz Inpe

Amazonas registra aumento de 144% de focos de calor em 2011 em relação a 2010, diz Inpe
Situação do Amazonas difere da tendência do restante nacional, onde vem sendo registrada queda na quantidade de focos, segundo o Inpe
No período da estiagem, focos de calor e incêndios florestais tornam-se mais comuns no Amazonas (Arquivo A Crítica)
Manaus – O Instituto Nacional de Pesquisas Especiais (Inpe) identificou um aumento de 144% nos focos de calor no Estado do Amazonas entre 1º de janeiro e 15 de agosto em 2011 em relação ao mesmo período do ano passado.

Ano passado, o satélite Noaa-14, do Inpe, registrou 102 focos no Amazonas neste período. Este ano, já foram 249 focos.
Segundo o pesquisador e coordenador do trabalho de monitoramento de queimadas do Inpe, Alberto Setzer, o Estado do Amazonas destoa da tendência do restante do país, onde vem sendo registrada queda em focos de calor este ano.
A explosão de focos de calor aconteceu a partir de julho. Entre os dias 1º de julho e 15 de agosto, foram 223 focos – um aumento de 235%. Em 2010, neste mesmo período, foram registrados 63 focos.
Em agosto do ano passado, entre os dias 1º e dia 15, foram registrados dois focos. Este ano, já são 163 focos, segundo o Inpe.
Conforme Setzer, o incêndio na unidade de conservação Campos Amazônicos, localizada nos territórios de Rondônia, Mato Grosso e Amazonas, contribuiu para o aumento dos focos. Também foram identificados incêndios na Floresta Nacional de Iquiri, no município de Lábrea.
Os municípios que apresentam maior índice de focos de calor são, nesta ordem, Apuí, Canutama, Manicoré, Novo Aripuanã, Maués, Lábrea, Humaitá, Boca do Acre, Borba, Autazes e Rio Preto da Eva.
Ano passado, os campeões foram Canutama, Apuí e terceiro no Manicoré, Novo Aripuanã, Humaitá, Lábrea, Nova Olinda do Norte e Borba.
Ação
Nesta terça-feira, o governo do Amazonas lançou um projeto de ação integrada com órgãos ambientais, entre eles o Ibama, e institutos de meteorologia, para atuar no combate a incêndios florestais.
No mês de agosto, com a intensificação da estiagem no Amazonas, os focos de calor e propagação de incêndios florestais tendem a aumentar.
Fonte: Site a Critica.uol.com.br
Jornal de Humaitá – O portal de notícias do Amazonas

Comentários

Comentários

Amazonas

More in Amazonas

Urgente! Ônibus de Apuí(AM) com destino a Porto Velho (RO) capota

Jornal de Humaitá22 22America/Manaus novembro 22America/Manaus 2017

PM prende homem acusado de Latrocínio em Manicoré

Jornal de Humaitá20 20America/Manaus novembro 20America/Manaus 2017

Polícia Militar apreende contrabando de cigarros, Quelônios e cocaina em Manicoré- AM

Jornal de Humaitá20 20America/Manaus novembro 20America/Manaus 2017

PM PRENDE HOMEM ACUSADO DE ENTRAR EM SALÃO DE BELEZA E AMEAÇAR FUNCIONÁRIOS COM ARMA DE FOGO

Jornal de Humaitá20 20America/Manaus novembro 20America/Manaus 2017

Maués: Nova UBS tem capacidade para 300 atendimentos diários

Jornal de Humaitá19 19America/Manaus novembro 19America/Manaus 2017

Alunos de 23 escolas estaduais participam de mostra sobre educação para um trânsito seguro

Jornal de Humaitá18 18America/Manaus novembro 18America/Manaus 2017

Comitiva Parlamentar realiza visita a BR-319

Jornal de Humaitá18 18America/Manaus novembro 18America/Manaus 2017

Justiça Eleitoral realiza treinamento com membros de mesa que atuarão nas eleições do CREA-AM

Jornal de Humaitá18 18America/Manaus novembro 18America/Manaus 2017

Contrabando de cigarros paraguaios aumenta e provoca prejuízos ao Brasil

Jornal de Humaitá18 18America/Manaus novembro 18America/Manaus 2017
Seja bem vindo.

Categorias

Arquivos

Copyright © 2017 Jornal de Humaitá