O Governo do Amazonas anunciou, nesta terça-feira (16), durante o 3º Encontro dos Trabalhadores da Agricultura Familiar, a criação de programas na área de mecanização agrícola, prestação de assistência técnica e análise de solo, voltados ao fortalecimento da atividade agrícola no interior do Estado. Os três programas devem beneficiar cerca de 55 mil trabalhadores da agricultura familiar com ampliação da consultoria técnica e oferta de crédito, sem cobrança de juros.

O governador em exercício, José Melo, participou da abertura do encontro que reúne, até esta quarta-feira (17), em Manaus, pelo menos 800 trabalhadores rurais para discutir os avanços das políticas públicas estaduais na área e as necessidades ainda enfrentadas pelo setor, que possui 274 mil trabalhadores rurais, dos quais 94% são da agricultura familiar. “É um encontro para a gente fazer o ajuste fino das necessidades e ouvi-los, no sentido de proporcionar o aumento da produção e do faturamento desses produtores”, frisou.
Com o programa de mecanização do campo, o Governo do Estado pretende financiar a compra de 300 tratores para trabalhadores da agricultura familiar. O crédito para a mecanização será concedido através de financiamento da Agência de Fomento do Estado do Amazonas (Afeam), Banco da Amazônia (Basa) e Banco do Brasil, dentro do programa ‘Mais Alimentos’, do Governo Federal. “Vamos financiar a mecanização para produtores, sem juros e correção monetária, com garantia do governo. Isso é para que o produtor, ou grupo de produtores, possa comprar em até dez anos”, explicou o secretário de Produção Rural, Eron Bezerra.
Na área de assistência técnica, o programa de residência agrária vai conceder bolsa-auxílio para cerca de 150 profissionais recém-graduados em cursos de Ciências Agrárias. Eles vão atuar na prestação de assistência técnica aos pequenos produtores rurais, complementando o trabalho realizado pelo Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Amazonas (Idam).
O programa de análise de solo será realizado pelo Governo do Estado em parceria com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e a Universidade Federal do Amazonas (Ufam). O objetivo é identificar que tipo de cultura agrícola é mais adequada ao plantio nas propriedades. “Vamos contratar vinte mil análises de solo para que o proprietário da terra tenha condições plenas de saber o que ele vai ter debaixo do seu solo, para colocar os nutrientes adequados”, disse o secretário.
Os protocolos de intenções dos três programas serão assinados na quarta-feira (17), durante o painel sobre Crédito Rural, que será ministrado pelos presidentes da Afeam, Pedro Falabela, do Banco do Brasil, José Amarildo Casagrande, e do Basa, Wilson Evaristo. O painel ocorrerá, às 10h15, no auditório Eulálio Chaves, minicampus da Ufam.
O conteúdo do site tem expressa autorização de publicação desde que informe a fonte.
Jornal de Humaitá – O portal de notícias do Amazonas
faça um comentários
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais em Amazonas
Comments are closed.

Leia mais

‘DÃO’ é preso novamente por Tráfico de Drogas

Força Tática do 4ºBPM efetuou a detenção de PEDRO BRAGA RAMOS vulgo ‘DÃO’, …