Manaus – O Governo do Estado economizou R$ 824.949 nos gastos com energia elétrica em toda a rede de órgãos da administração pública direta e indireta no primeiro semestre do ano, de acordo com estudo realizado pela Secretaria de Estado de Planejamento e Desenvolvimento Econômico (Seplan). A pesquisa detalha o consumo e os valores pagos pelo Estado nas esferas dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário.

Elaborado pelo Departamento de Estudos, Pesquisas e Informações (Depi) da Seplan, o estudo mostra que o Governo pagou, até junho deste ano, um total de R$ 27.412 milhões, um resultado abaixo dos R$ 28.307 milhões gastos no mesmo período de 2010, uma redução de 3,3%.

O Poder Executivo contribuiu com uma economia de R$ 606.532 mil, sobre uma fatura de R$ 24.617 milhões paga nos seis primeiros meses deste ano, embora tenha sido verificado um aumento no consumo de energia no mesmo período. O aumento do consumo é atribuído ao funcionamento de postos hospitalares e escolas que tiveram atividades em períodos intermediários no semestre. A redução do valor da fatura foi propiciada pela estratégia do Governo de fazer compra de energia por demanda contratada, o que permite melhores condições de pagamento.

O poder Judiciário teve o melhor desempenho, proporcionalmente, na estrutura da administração pública, com um gasto total de R$ 2.058 milhões sobre os R$ 2.227 milhões pagos no mesmo período do ano passado, uma redução de R$ 168.821 mil, o equivalente a uma economia de 9%.

O Legislativo pagou R$ 736.336 mil, uma fatura abaixo dos R$ 855.852 milhões pagos nos seis primeiros meses de 2011, um economia de R$ 119.516 mil.

Um dado interessante da pesquisa realizada pelo Depi é a queda do consumo de energia em um grupo de instituições da área de saúde, mais especificamente no Caimi Maternidade da Alvorada, Serviço de Pronto Atendimento da Saúde (SPA) da Alvorada e SPA Eliameme Mady, na zona Norte.

Outro destaque foi a economia realizada pela Comissão Geral de Licitação (CGL), Fundação Vila Olímpica de Manaus (FVO) e Secretaria de Estado de Administração (Sead).

Comprometimento – O secretário de Estado de Planejamento, Marcelo Lima Filho, disse que os resultados obtidos pela administração pública estadual no primeiro semestre mostra o comprometimento dos gestores com as metas definidas pelo governador Omar Aziz, acerca da diminuição dos gastos operacionais da máquina governamental.

Segundo o secretário, a tendência é que esse círculo virtuoso se estenda para outras fontes de despesas do Estado, contribuindo assim para a redução do custeio da rede de órgãos públicos estaduais.

O conteúdo do site tem expressa autorização de publicação desde que informe a fonte.

Jornal de Humaitá – O portal de notícias do Amazonas
faça um comentários
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais em Amazonas
Comments are closed.

Leia mais

Saiba como prevenir seus eletroeletrônicos dos danos causados pelas fortes chuvas

São Paulo, novembro de 2017 – Basta o Verão se aproximar para voltar a preocupação c…