A cidade de Manaus vai sediar um dos próximos Ultimate Fighting Championship (UFC) no Brasil. O anúncio foi feito nesta terça-feira, dia 23, pelo governador Omar Aziz e um dos proprietários da marca UFC, o empresário Lorenzo Fertitta, na sede do Governo, após reunião com representantes de veículos de comunicação e do segmento empresarial do Estado. Também estavam presentes o sócio-proprietário do UFC, Frank Fertitta, e executivos, além do embaixador americano, Clifford Sobel. O evento foi anunciado para o mês de agosto de 2012 no Sambódromo.

Segundo o governador Omar Aziz, um acontecimento do porte do UFC, além de impacto econômico forte imediato, ajuda a projetar o Estado internacionalmente. Hoje, o evento é transmitido para mais de 500 milhões de lares por 22 canais de TV ao redor do mundo, tem cobertura em 16 línguas e projeção para atingir 1 bilhão de residências, com a entrada da Índia e da China no circuito da competição.
“Imaginem todo esse contingente de pessoas no mundo conhecendo Manaus e o Amazonas. Isso traz um legado grande para a nossa cidade”, ressaltou Omar Aziz, ao fazer referência também aos lutadores amazonenses na competição, como José Aldo e Ronaldo Jacaré, o que acaba gerando ainda mais interesse para o público local. Ele lembrou que o Amazonas já foi o segundo maior polo de jiu jitsu do Brasil. O governador disse que pretende contar com a parceria de empresários e veículos de comunicação locais para realizar o evento.
De acordo com Lorenzo Fertitta, a expectativa é de que o UFC de Manaus alcance público recorde de 100 mil, pelo local escolhido, o Sambódromo. O recorde internacional é do evento de Toronto, no Canadá, que reuniu 55 mil pessoas, faturou U$$ 11 milhões em ingressos e, em dois dias, teve impacto econômico de U$$ 45 milhões na cidade.
O UFC do Rio de Janeiro, que acontece neste sábado, dia 27, terá público de apenas 14 mil pessoas, mas, segundo Lorenzo, porque foi subestimado na escolha do local, a HSBC Arena. Os ingressos foram vendidos em 73 minutos pela internet e no instante em que foram colocados à venda mais de 400 mil pessoas entraram online, ao mesmo tempo, para disputá-los ou obter informação sobre a competição. “A oportunidade de realizar o UFC em Manaus e trazer para a casa alguns dos grandes lutadores que são dessa região é algo que nos deixa muito entusiasmado”, disse Lorenzo. Há ainda, segundo ele, a intenção de realizar durante o evento um show específico para promover o Amazonas, a exemplo do que foi realizado em Abu Dabi, que contou com programação promocional do Emirado.
Além da projeção na TV e mídia especializada, como revistas, a grande força do UFC também está na internet e mídias sociais, nas quais a organização possui milhares de seguidores, sendo 6 milhões no facebook e 1,6 milhão no twitter, além de uma média de 6 milhões de acessos por mês no site do UFC.
A competição vai ficar sob a responsabilidade da Secretaria Estadual de Cultura (SEC), junto com a organização do UFC. Segundo o secretário da SEC, Robério Braga, o Governo do Estado fará investimentos pequenos, precisamente na adaptação do ambiente para receber o evento. Portanto, a relação custo versus benefício para o Estado é muito positiva, uma vez que os investimentos virão principalmente da iniciativa privada, frisou Robério Braga. “Vamos buscar parceria na iniciativa privada local, mas também nacional e internacional. O UFC já possui patrocinadores assegurados em qualquer lugar do mundo onde o evento é realizado”, disse o secretário.
O conteúdo do site tem expressa autorização de publicação desde que informe a fonte.
Jornal de Humaitá – O portal de notícias do Amazonas
faça um comentários
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais em Amazonas
Comments are closed.

Leia mais

Brasil conquista pela primeira vez prêmio no Forbes Travel Guide

Belmond Hotel das Cataratas, localizado Parque Nacional do Iguaçu é o primeiro da América …