Foto – Alex Pazuello
Manaus (AM)  – Cerca de R$ 700 milhões é quanto a Amazonas Energia deve investir em 2011 para solucionar o problema dos apagões de energia em Manaus e no interior do Estado. A garantia foi dada pelo diretor-presidente da Amazonas Energia, Marco Aurélio Madureira ao governador Omar Aziz. Madureira e a diretoria da empresa estiveram na manhã desta quinta-feira, 1º de setembro, na sede do Governo apresentando o quadro do setor energético no Estado.

Eles garantiram que a cidade não tem problema com a geração de energia, mas com a distribuição, por conta da grande sobrecarga gerada no período mais quente do ano, quando aumenta o consumo de energia, e, consequentemente, a carga sobre os transformadores também dobra.
Para resolver a situação, a empresa está construindo sete novas subestações, que vão aliviar a transformação e evitar que se tenha desligamentos. “Além disso, estamos aumentando em 25% os circuitos de alta tensão. São as redes que saem direto da subestação para atender as áreas onde estão as cargas”, destacou Madureira.
A maior parte da sobrecarga, segundo o dirigente é por conta do desvio de energia, que na cidade chega a 40% do consumo. Além de investimentos na estrutura, a Amazonas Energia também está investindo em uma campanha para reduzir as perdas provocadas pelo desvio de energia.
Durante a reunião, os dirigentes obtiveram do governador garantia de apoio para a coibição do desvio de energia. “É necessário ter um ordenamento. Não é possível conviver com isso (desvios), pois prejudica quem paga energia. O Estado se propõe a colaborar. É obrigação do Estado coibir e fazer o ordenamento necessário para que isso não ocorra”, disse o governador, que lembrou ser compromisso da presidente Dilma Rousseff resolver a situação dos apagões no Estado.
O conteúdo do site tem expressa autorização de publicação desde que informe a fonte.
Jornal de Humaitá – O portal de notícias do Amazonas
faça um comentários
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais em Amazonas

Deixe uma resposta

Check Also

CFP vai recorrer da sentença sobre Resolução 01/99

Para o Sistema Conselhos de Psicologia, decisão continua a produzir equívocos Decisão equi…