Uma prévia sobre a saga dos soldados da borracha será apresentada pela cineasta Eva Neide, na próxima terça-feira, dia 30, às 14h, na sala da Comissão de Agricultura do Senado, com a apresentação do filme ‘Soldados da Borracha: A Brigada Esquecida’. O filme se encontra em fase final de pós-produção em Los Angeles, onde a cineasta reside.

O filme vai contar a história esquecida de 60 mil “soldados” que foram enviados pelo governo brasileiro aos seringais da floresta amazônica, no período da Segunda Guerra Mundial, para extrair látex que serviu à industria norte-americana. Desses trabalhadores, cerca de 25 mil morreram logo nos dois primeiros anos de serviço, vítimas das doenças tropicais, dos ataques de animais e das péssimas condições de vida.
Eva Neide nasceu e se criou na Floresta Amazônica no Brasil, em uma família de dez irmãos, sendo uma das filhas mais novas de um ‘soldado da borracha’. Há 12 trabalhando nos EUA, como atriz e modelo, este será o seu primeiro trabalho como diretora. O filme conta a história dos soldados da borracha nas suas próprias palavras, seu deslocamento no ambiente hostil e seu posterior abandono por parte dos governos que eles ajudaram a vencer a guerra.
Uma Proposta de Emenda Constitucional, a PEC 556, já aprovada no Senado, está tramitando na Câmara dos Deputados. A PEC 556 irá conceder aos soldados da borracha os mesmos benefícios dos ex-combatentes da Força Expedicionária Brasileira na Segunda Guerra Mundial. “A proposta do filme é resgatar a história e a dignidade desses soldados”, observa a cineasta Eva Neide.
O conteúdo do site tem expressa autorização de publicação desde que informe a fonte.
Jornal de Humaitá – O portal de notícias do Amazonas
Load More Related Articles
Load More In Amazonas

Deixe uma resposta

Check Also

Filho ilustre de Humaitá é preso na 2º fase da operação Maus Caminhos

Manaus.  Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira (13) a segunda fase da Operação Maus…