Manaus – O compromisso de todos por um envelhecimento digno no Brasil é o tema principal da 3ª Conferência Estadual dos Direitos da Pessoa Idosa, que será realizada a partir desta terça-feira, dia 13 de setembro, ao dia 15, no Centro de Convivência do Idoso (Ceci), no bairro Aparecida, zona Sul. Promovido pelo Conselho Estadual do Idoso (CEI), com o apoio da Secretaria de Estado da Assistência Social e Cidadania (Seas), o encontro vai reunir grupos de idosos de Manaus, áreas rurais, ribeirinhas e indígenas.

A expectativa é reunir mais de 300 pessoas nos três dias de encontro. A abertura da Conferência será às 17h. Na quarta-feira, dia 14, os trabalhos serão reabertos às 8h e prosseguirão até às 17h. No dia seguinte, o horário será o mesmo.

De acordo com o presidente do CEI, Jorge Wagner Rêgo Lopes, a conferência vai apresentar três eixos de discussão, que são o Fortalecimento e Integração dos Conselhos Municipais; Envelhecimento como Política de Estado; e as Diretrizes Orçamentárias do Estado e Município.

“No Brasil, a cada três minutos, um idoso tem seus direitos violados, tanto física, como psicologicamente. Temos de criar mecanismos para garantir os direitos da pessoa idosa”, disse.

Segundo Wagner Lopes, no Amazonas existe uma população de 237 mil idosos com idade acima de 60 anos. Desse total, 130 mil estão em Manaus e o restante morando nos 61 municípios exercendo atividades na pesca e na agricultura. Ele disse que no Estado, funcionam apenas 23 conselhos municipais.

“Vamos elaborar um documento, tirado da conferência, recomendando às prefeituras do interior a implantação dos órgãos de defesa dos direitos do idoso”, explicou Wagner Lopes.

Maus tratos – O presidente do CEI informou também que os transportes coletivo e fluvial de passageiros são os dois principais setores de violação dos direitos do idoso.

“Todos os dias recebemos denúncias de maus tratos e desrespeito a pessoa idosa no transporte coletivo e nas embarcações. A nossa conferência pretende fortalecer esses diretos, chamando a atenção desses setores para melhoria da qualidade no atendimento. Neste ano, vamos pedir o comprometimento de toda a sociedade”, disse.

Rede de atenção ao Idoso – No Amazonas, a pessoa idosa conta com uma rede de atenção, composta pela Delegacia Especializada de Defesa dos Diretos do Idoso, Centro Integrado de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa, Conselho Estadual do Idoso, Fundação Dr. Thomas, Parque Municipal do Idoso, Centro de Convivência do Idoso, Centro de Atenção Integral a Melhor Idade (Caimes), Centros da Família e os mais de 100 grupos de idosos espalhados na capital e no interior.

O conteúdo do site tem expressa autorização de publicação desde que informe a fonte.

Jornal de Humaitá – O portal de notícias do Amazonas
faça um comentários
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais em Amazonas

Leia mais

‘DÃO’ é preso novamente por Tráfico de Drogas

Força Tática do 4ºBPM efetuou a detenção de PEDRO BRAGA RAMOS vulgo ‘DÃO’, …