O fluxo de turistas nacionais e estrangeiros para a temporada de pesca esportiva no Amazonas, que inicia neste mês e se estende até março de 2012, deve crescer 10%, em relação ao ano passado, segundo a presidente da Empresa Estadual de Turismo (Amazonastur), Oreni Braga.

A titular do órgão informou que, em 2010, o número de visitantes foi de 6.630. Em 2009, essa modalidade turística atraiu 6.027 pessoas. Para este ano, conforme dados do Departamento de Registro e Fiscalização (DRF) da Amazonastur, são esperados 7.230 turistas.

Ainda de acordo com os dados do DRF, a maioria dos praticantes brasileiros são oriundos de São Paulo e dos Estados Unidos.

“O Amazonas é procurado o ano inteiro por turistas de diversos países e também do Brasil pelas belezas naturais exclusivas de uma região fascinante, mas, em setembro, o Estado se transforma no principal foco para os praticantes da pesca esportiva”.

Oreni Braga informou que o crescimento no fluxo de turistas na temporada de pesca esportiva é resultado da divulgação que o Governo do Estado realiza, por meio do órgão estadual de turismo, nos principais eventos turísticos. “Estamos presentes nos principais eventos do setor, mostrando o nosso potencial para a pesca esportiva”, comentou.

Municípios – A titular da Amazonastur disse que a temporada de pesca esportiva movimenta 25 municípios amazonenses, sendo os principais Autazes, Barcelos, Nova Olinda, Borba, Carreiro e Santa Izabel do Rio Negro. “Os municípios que ficam na calha do Rio Negro e na calha do Rio Uatumã são os mais procurados”, informou.
De acordo com informações de algumas operadoras amazonenses, que trabalham durante a temporada, os pacotes variam de R$ 3,5 mil a R$ 4 mil, e os turistas ficam de três a sete dias.

Tucunaré é o preferido – Mesmo sem um levantamento oficial, o peixe mais procurado durante a temporada de Pesca Esportiva no Amazonas é o tucunaré-açú, que chega a pesar mais de dez quilos. “Barcelos, Santa Isabel do Rio Negro e no Rio Uatumã são os locais onde os praticantes encontram mais essa espécie”, informou Oreni Braga.

Pesca legal – Conforme a portaria Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) nº 04 de 19 de março de 2009, art. 2º, inciso II, a pesca esportiva é a modalidade da pesca amadora em que é obrigatória a prática do pesque e solte, sendo vedado o direito à cota de transporte de pescados, prevista na legislação.

O pescador esportivo deve portar a sua carteira de pescador que é emitida pelo Ibama e é válida em todo o território nacional, por um ano a partir da data de recolhimento da taxa especificada e conforme a modalidade escolhida. A Licença de Pesca pode ser obtida no Instituto de Proteção Ambiental do Estado do Amazonas (Ipaam) e no Ibama.

O conteúdo do site tem expressa autorização de publicação desde que informe a fonte.

Jornal de Humaitá – O portal de notícias do Amazonas
Carregar mais artigos relacionado
Carregar mais em Amazonas

Deixe uma resposta

Verifique também

Crescimento do PIB confirma acerto das reformas

A revisão da estimativa oficial de crescimento do PIB brasileiro, para 1,1% em 2017 e 3% e…