Hoje de manhã milhares de humaitaense saem as ruas para ver e reconstruir o que foi destruído.

Cobertura do Estadio Arlindo Braz da Silva (Madeira) totalmente destruído.
Foto: Ohana Mariae
Humaitá (AM) – As 15h, barcos, casas, lojas e etc. Todos sofreram com o fortes ventos da tempestade de ontem a tarde. O prejuízo já chegar a milhões de reais. A termoelétrica da cidade também foi destelhada, as telhas de zinco ficaram grudadas na fiação gerando um curto circuito. Milhares de pessoas saíram as ruas com medo e espantadas com a força do vento que chegaram 100km/hora.

Apenas duas crianças se feriram levemente, na hora que caio a cobertura do estádio Municipal Arlindo Braz da Silva, havia times infantis de 8 a 14 anos jogando futebol no local. Pais correram desesperados para buscarem seus filhos após os ventos, já que era impossível sair de casa. 15 minutos foram o suficiente para transformar Humaitá-AM em um ambiente de guerra. 44 mil pessoas sofreram com a falta do abastecimento da água e energia elétrica, além de danos causados em suas casas.

Mais de 100 arvores caíram, varias casas e escolas ficaram destelhadas. até o momento dois barcos tinham afundado no porto de Humaitá, por onde se andavam havia rastros da destruição por toda parte, vários portes caíram. O transito ficou completamente doido já que varias ruas foram interditadas por causa das arvores caídas na rua e com toda população em frente das suas casas e a maior parte visitando parentes já que a cidade estava incomunicável.

Avenida Brasil foi uma das que mais sofreram com a tempestade

Hoje pela manhã a cidade tenta se recupera das grandes perdas causada pelo fenômeno da natureza.

Estadio Arlindo Braz da Silva interditado.

Redação Jornal de Humaitá

O conteúdo do site tem expressa autorização de publicação desde que informe a fonte.
Jornal de Humaitá – O portal de notícias do Amazonas
faça um comentários
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais em Amazonas

Leia mais

‘DÃO’ é preso novamente por Tráfico de Drogas

Força Tática do 4ºBPM efetuou a detenção de PEDRO BRAGA RAMOS vulgo ‘DÃO’, …