De acordo com a Polícia Militar (PM) do município, durante a fuga, eles invadiram uma fazenda no quilômetro 50 da BR-364.

Humaitá – Os quatro suspeitos de ter explodido a agência bancária do Bradesco em Humaitá (a 590 quilômetros a sudoeste de Manaus), na madrugada de segunda-feira, ainda estão foragidos. De acordo com a Polícia Militar (PM) do município, durante a fuga, eles invadiram uma fazenda no quilômetro 50 da BR-364 (Humaitá/ Porto Velho) e assassinaram o caseiro João Bosco Lopes da Silva, 50, para roubar um carro.

O comandante do policiamento do interior, coronel George Chaves, informou que os suspeitos ultrapassaram as barreiras policiais e conseguiram fugir para Porto Velho (RO). Segundo ele, a Polícia Militar (PM) já enviou 15 policiais do Comando de Operações Especiais (COE) para ajudar nas buscas. O grupo fugiu, levando cerca de R$ 100 mil.
De acordo com o subcomandante da PM, no município, tenente Daniel Melo, os suspeitos conseguiram escapar do cerco policial por uma vicinal da BR-364. Eles invadiram a fazenda, assassinaram o caseiro com um tiro na cabeça e roubaram um Tempra. Durante a fuga, foram deixando pedaços da caixa onde o dinheiro estava armazenado.
O veículo roubado foi localizado na balsa que dá acesso a Porto Velho. O coronel George enfatizou que as buscas podem ser prejudicadas pelo fato de a Polícia Militar de Porto Velho estar em greve.
O comandante da PM, coronel Almir David, afirmou que o patrulhamento vai ser reforçado com apoio aéreo. “Nós vamos entrar nas matas, procurar com apoio aéreo e vamos conseguir prender o grupo”, garantiu ele.
fonte: d24am.com
O conteúdo do site tem expressa autorização de publicação desde que informe a fonte.
Jornal de Humaitá – O portal de notícias do Amazonas
faça um comentários
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais em Humaitá

Leia mais

‘DÃO’ é preso novamente por Tráfico de Drogas

Força Tática do 4ºBPM efetuou a detenção de PEDRO BRAGA RAMOS vulgo ‘DÃO’, …