AAM alerta para risco econômico do novo piso
O presidente Jair Souto participa em Brasília da
mobilização municipalista  que quer rever a medida

A grande maioria dos municípios amazonenses (e brasileiros) enfrentará graves problemos financeiros e administrativos com a confirmação do novo piso nacional do magistério para 2012, definido pelo Ministério da Educação e que eleva os valores para R$ 1.451, um crescimento de 22,22% em comparação ao ano passado. Esta é a avaliação é do presidente da Associação Amazonense de Municípios (AAM), Jair Souto, que desde ontem (28) participa em Brasília (DF) da mobilização municipalista para pressionar o Cogresso Nacional a rever a medida.
Apesar de ainda não haver estudos indicando quais os impactos desta medida para os cofres municipais no Amazonas, segundo Souto, é certo que a decisão está em conflito com outras normas anteriores, principalmente com a Lei de Responsabilidade Fiscal, que determina ao gestor que limite uma parcela de seu orçamento com gasto da folha salarial.

“Não somos contra ao reajuste de nenhuma categoria profissional, mas é preciso que o Congresso resolva o impasse de duas determinações que conflitam entre si de forma tão direta”, avalia Jair Souto.

O prefeito de Manaquiri, que também é o primeiro-secretário da Confederação Nacional de Municípios (CNM), órgão nacional responsável pela mobilização dos gestores municipais à capital fedral, destaca ainda que a derrubada do veto e a consequente divisão entre todos os estados e municípios brasileiros dos royalties, provenientes da exploração do petróleo, poderá constituir-se em um meio para atenuar a ausência de políticas públicas em diversos setores sociais e econômicos.

O conteúdo do site tem expressa autorização de publicação desde que informe a fonte.

Jornal de Humaitá – O portal de notícias do Amazonas
Load More Related Articles
Load More In Jornal de Humaitá

Deixe uma resposta

Check Also

Filho ilustre de Humaitá é preso na 2º fase da operação Maus Caminhos

Manaus.  Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira (13) a segunda fase da Operação Maus…