Humaitá-AM. A Agência de Fomento do Estado do Amazonas (Afeam) trabalha na definição de linha de financiamento para projetos municipais. Técnicos da Agência e da Secretaria de Estado de Planejamento e Desenvolvimento Econômico (Seplan) estiveram, no início desta semana, em Curitiba (PR) para conhecer o Paracidades, programa operacionalizado pela Agência de Fomento do Paraná, tido como referência nas ações de crédito junto a prefeituras municipais.

O grupo, formado pela secretária executiva adjunta de Planejamento da Seplan, Andressa Heinrich B. de Oliveira; o gerente de Crédito da Afeam, Rodrigo Meireles Rondon; o coordenador de Planejamento da Agência, Wanderlan Marinho Neves Júnior e o assessor da diretoria da instituição, Nonato Aguiar, foi recebido pelo secretário de Estado de Desenvolvimento Urbano e superintendente do Parancidade, Cezar Silvestri. “Colocamos toda a experiência da nossa equipe à disposição do Governo do Amazonas”, disse Silvestri, que demonstrou o andamento de alguns projetos municipais  do Paranacidade.
Segundo Rodrigo Meireles, a Afeam pretende implantar no Amazonas uma linha de financiamento similar à oferecida no Paranacidade. “No curtíssimo prazo, vamos elaborar projetos para financiamentos através de uma linha de crédito inicialmente destinada a equipamentos rodoviários, ônibus, barcos para transporte escolar e embarcações para atendimento a emergências médicas, conhecidas na região como ambulanchas”, detalhou o gerente de crédito da Afeam.
O programa em estudo pelo Governo do Amazonas terá como finalidade proporcionar às Prefeituras de todo o Estado uma linha de financiamento acessível e capaz de permitir às administrações municipais a aquisição de máquinas e equipamentos modernos, indispensáveis para a execução de serviços básicos de infraestrutura, cujos benefícios resultem na melhoria da qualidade de vida dos municípios amazonenses. 
O Paranacidade, de acordo com Andressa Heinrich, é referência nacional e internacional por ter o melhor programa de financiamento aos municípios do país. Por isso, segundo ela, o governador do Amazonas, Omar Aziz, determinou que técnicos do Governo  conhecessem o trabalho da instituição paranaense.
Referência – Vinculado à Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano, o Paranacidade foi criado há 15 anos e conta com recursos do Fundo Estadual de Desenvolvimento Urbano (FDU) – operacionalizado por meio da Agência de Fomento do Paraná – e recursos de programas mantidos instituições com internacionais, como o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), para financiar ações e obras de infraestrutura urbana aos municípios.
O conteúdo do site tem expressa autorização de publicação desde que informe a fonte.
Jornal de Humaitá – O portal de notícias do Amazonas
Carregar mais artigos relacionado
Carregar mais em Amazonas

Deixe uma resposta

Verifique também

Crescimento do PIB confirma acerto das reformas

A revisão da estimativa oficial de crescimento do PIB brasileiro, para 1,1% em 2017 e 3% e…