Veículos de até 45 toneladas podem passar por ponte metálica ou desvio. Informação é da Polícia Rodoviária Federal do estado.
Visão aérea de ponte metálica no trecho da BR-364 afetado por cratera (Foto: Polícia Rodoviária Federal/RO)
Veículos de até 45 toneladas podem passar por ponte metálica ou desvio. Informação é da Polícia Rodoviária Federal do estado.

O trecho da BR 364, em Porto Velho, bloqueado por uma cratera de 30 metros de profundidade e 60 de comprimento no dia 9, foi liberado para veículos de até 45 toneladas nesta sexta-feira (23), segundo a Polícia Rodoviária Federal.


No dia 12, a cratera aumentou e o trânsito de veículos foi bloqueado. A área afetada fica na altura do km 703, a cerca de dez quilômetros de Porto Velho.

No local foi construída uma ponte metálica pelo Exército e foi feito o desvio pelo bairro Ulysses Guimarães, de Porto Velho.

A BR-364 é a principal rodovia federal do estado de Rondônia e a única via de escoamento de soja entre Mato Grosso e o Porto de Graneleiro, em Porto Velho, de onde os grãos são exportados para Europa e Ásia.

O trecho da BR-364 onde ocorreu o desmoronamento nunca teve esse tipo de registro. Ao longo da rodovia, porém, neste ano já aconteceram dois outros desmoronamentos de pista. Um na região de Ariquemes e outro em Alto Paraíso. Segundo o inspetor da Polícia Federal, como a cratera em Ariquemes foi em um local marginal, não alterou o fluxo da rodovia. Já em Alto Paraíso, foram feitas sinalizações para desafogar o fluxo de veículos.

O conteúdo do site tem expressa autorização de publicação desde que informe a fonte.

Jornal de Humaitá – O portal de notícias do Amazonas
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais em Industria

Deixe uma resposta

Verifique também

Aumenta pressão contra IPHAN para preservação do patrimônio ferroviário da Madeira Mamoré

Porto Velho, Rondônia – Nem mesmo ações ajuizadas no âmbito do Judiciário Federal tem podi…