O governador do Amazonas, Omar Aziz, anunciou na tarde desta segunda-feira, 12 de março, reajuste para os profissionais da educação do Amazonas. O percentual, que terá como base o Índice Nacional de Preço ao Consumidor (IPCA), será definido na mensagem que deverá ser encaminhada ainda esta semana para aprovação da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (ALE). 

O acordo foi definido durante reunião nesta tarde com a direção do Sindicato dos Trabalhadores da Educação no Amazonas (Sinteam) e o secretário Estadual de Educação, Gedeão Amorim, na sede do Governo, na Compensa, zona oeste. Além do aumento salarial, que será retroativo a 1º de março, data base da categoria, uma série de novos benefícios foi garantida aos trabalhadores da educação no Estado, a exemplo da licença maternidade que aumenta de quatro para seis meses e a redução no tempo de promoção horizontal, que cai de sete anos e meio para três anos.

Na mensagem também consta a revisão do Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCR) da categoria, com novas definições em relação às promoções verticais e horizontais, entre outras questões discutidas com os representantes da categoria. Será criada, ainda, uma data específica para a Semana de Saúde dos Profissionais da Educação.

O conteúdo do site tem expressa autorização de publicação desde que informe a fonte.

Jornal de Humaitá – O portal de notícias do Amazonas
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais em Jornal de Humaitá

Deixe uma resposta

Verifique também

Campeonato Beneficente de jiu-jitsu reúne atletas de Humaitá e Porto Velho

Amantes da arte marcial suave prestigiaram o evento no Crás Humaitá – Neste Domingo (17), …