O Prosamim 3 vai remanejar 4.780 famílias das margens de igarapés nos bairros de São Raimundo, Gloria, Aparecida, Presidente Vargas e parte do Centro
O governador do Amazonas, Omar Aziz, assinando nesta sexta-feira, o contrato de empréstimo de US$ 280 milhões com o (BID)

Manaus-AM. O governador do Amazonas, Omar Aziz, assinou nesta sexta-feira, 16 de março, o contrato de empréstimo de US$ 280 milhões com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) para a execução do Programa Social e Ambiental dos Igarapés de Manaus (Prosamim 3), na Bacia de São Raimundo, que irá beneficiar 4.780 famílias e anunciou a licitação da nova fase do programa para o dia 21 deste mês com fim de acelerar o início das obras. A assinatura ocorreu durante a Reunião Anual do BID, que acontece até segunda-feira (19), em Montevidéu, no Uruguai.

“Essa parceria com o BID tem dado resultado positivo e deixa um legado importantíssimo para a nossa cidade. Eu fico feliz pelo BID elogiar o projeto e dizer para nós que ele é referência para o mundo”, disse o governador, ao comentar declarações do presidente do BID, Luiz Alberto Moreno e do diretor Executivo do banco para o Brasil e Suriname, Sérgio Portugal, de que o Prosamim é modelo entre os projetos financiados pelo banco em outros países.

Ao chegar na sede do BID, em Montevidéu  acompanhado da presidente do Fundo de Promoção Social (FPS), primeira-dama, Nejmi Jomaa Aziz, o governador Omar Aziz reuniu com representantes do banco que atuam especificamente no Brasil antes da assinatura. Na conversa com Sérgio Portugal, o governador Omar falou do nível de beleza cênica e desafios na construção desta etapa do Prosamim na bacia do São Raimundo e destacou que levará o projeto ao interior do Estado, citando Maués como exemplo.

De acordo, com Sérgio Portugal, o processo de execução das etapas anteriores do Prosamim foi um aprendizado muito grande para o banco e as expectativas com a nova etapa também são altas, na medida em que vão beneficiar mais de 20 mil pessoas.

O Prosamim 3 vai remanejar  4.780 famílias das margens de igarapés nos bairros de São Raimundo, Gloria, Aparecida, Presidente Vargas e parte do Centro.  “Este é um programa que o BID tem mostrado para os outros como exemplo do que se pode fazer do ponto de vista social para mudar a vida das pessoas. O resgate da cidadania é o ponto mais importante desse programa. Estamos felizes de participarmos desse projeto, ao lado do Governo do Amazonas, que é o responsável número um pelo sucesso do Prosamim”, disse Portugal

O presidente do BID, Luiz Alberto Moreno, afirmou que o programa é um exemplo para o Brasil e para a América Latina e disse esperar expandi-lo a outros lugares que tenham situação semelhantes à de Manaus. “Eu considero o Prosamim um dos programas mais emblemáticos que o banco tem. Estamos muito orgulhosos de sermos parceiros do Amazonas”, disse. Moreno afirmou ter se impressionado quando visitou as famílias beneficiadas com o programa. “Eu vi a cara dessas pessoas que viviam em moradias muito ruins, mas também vi a sua alegria quando mudaram de casa”, observou.

O Governo do Estado vai investir US$ 400 milhões na terceira etapa do Prosamim, sendo US$ 280 milhões financiados pelo BID e US$ 120 milhões de contrapartida estadual. O programa inovará em relação ao sistema viário, inclusive, com a construção de ciclovias ligando os bairros. Também vão ser construídos cinco parques com áreas verdes, equipamentos sociais e de lazer. Haverá reflorestamento e implantação de 50 quilômetros de rede esgoto.

O conteúdo do site tem expressa autorização de publicação desde que informe a fonte.

Jornal de Humaitá – O portal de notícias do Amazonas
faça um comentários
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais em Amazonas

Leia mais

‘DÃO’ é preso novamente por Tráfico de Drogas

Força Tática do 4ºBPM efetuou a detenção de PEDRO BRAGA RAMOS vulgo ‘DÃO’, …