Os primeiros municípios a receberem as equipes com ações do Programa foram Novo Aripuanã, Manicoré e Humaitá, reunindo cerca de 85 produtores rurais por município.
O Programa tem por objetivo reduzir a taxa anual de desmatamento e os registros de focos de calor no Amazonas.
Humaitá-AM. O Amazonas aposta em ações estratégicas e educativas para combater e controlar o desmatamento no Estado, por meio do “Programa Educar, Produzir e Conservar – ações integradas para prevenção e controle do desmatamento e queimadas no Amazonas”, desenvolvido e executado pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (SDS), via Centro Estadual de Mudanças Climáticas (Ceclima).


As ações iniciaram em março deste ano e, até meados de abril, aproximadamente 200 produtores rurais foram capacitados em Sistemas Agroflorestais, agroecologia e segurança alimentar, além de 50 técnicos extensionistas rurais locais, que também receberam capacitação sobre o Cadastro Ambiental Rural (CAR).

O Programa tem por objetivo reduzir a taxa anual de desmatamento e os registros de focos de calor no Amazonas. Para isso, o Governo do Amazonas aposta no fortalecimento e ampliação do ordenamento territorial, controle ambiental, atividades produtivas agropecuárias e florestais sustentáveis e governança ambiental integrada. Desde março, equipes técnicas do Ceclima e demais órgãos parceiros se deslocam aos municípios para pôr em prática o Programa, que vai abranger 16 municípios do Sul do Estado e Região Metropolitana, além das áreas de entorno.

Os primeiros municípios a receberem as equipes com ações do Programa foram Novo Aripuanã, Manicoré e Humaitá, reunindo cerca de 85 produtores rurais por município.

“Seguindo a orientação do governador Omar Aziz, entre as ações, estamos levando estratégias de produção rural sustentável, capacitação sobre pecuária sustentável, informações sobre créditos rurais para produção sustentável, na perspectiva de que reduzir as taxas de desmatamento e queimadas, contando, ainda com a adesão dos produtores ao Programa de Regularização Ambiental das Propriedades Rurais (CAR), e expansão das capacitações dos produtores rurais acerca da agricultura, pecuária e manejo florestal sustentável”, ressalta Nádia Ferreira, titular da SDS.

A ação conta com a parceria da Secretaria de Estado de Produção Rural do Amazonas (Sepror), Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam), Instituto de Produção Agropecuária e Florestal Sustentável (Idam) e Federação de Agricultura e Pecuária do Amazonas (Faea) e prefeituras municipais, focados na capacitação de produtores rurais, sindicato de trabalhadores, extrativistas e lideranças comunitárias.

Brigadas de incêndio – Outro fator de destaque na execução do Programa será a estruturação das brigadas municipais de incêndio e implantação dos Pactos Municipais de Desmatamento Ilegal Zero e de Redução de Queimadas. Esta ação vai contar com a parceria do Corpo de Bombeiros.

Vale ressaltar que no município de Humaitá, ficou definida a implantação de uma unidade demonstrativa de interação lavoura-pecuária-floresta, no sentido de criar exemplos positivos de desenvolvimento de pecuária sustentável nos municípios com grande produção de gado no Amazonas.

O conteúdo do site tem expressa autorização de publicação desde que informe a fonte.

Jornal de Humaitá – O portal de notícias do Amazonas
faça um comentários
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais em Amazonas

Leia mais

‘DÃO’ é preso novamente por Tráfico de Drogas

Força Tática do 4ºBPM efetuou a detenção de PEDRO BRAGA RAMOS vulgo ‘DÃO’, …