A partida do grupo de amazonenses está programada para a próxima quarta-feira, 18 de abril.

Artesanato amazonense que será representado na 76ª Mostra Internacional de Artesanato, na Itália
( Foto: Roberto Carlos – Agecom).
O Amazonas será representado na 76ª Mostra Internacional de Artesanato, na Itália, por seis artesãos do Programa Artesanato Sustentável, desenvolvido pelo Governo do Estado. O evento acontece de 21 a 29 de abril, na cidade de Florença, capital e maior cidade da região da Toscana, onde os amazonenses apresentarão os segmentos de artesanato, cosméticos, moda amazônica e biojoias.

A ação segue determinação do governador Omar Aziz de gerar oportunidades para os profissionais do Amazonas. A ida dos artesãos foi viabilizada por meio de uma parceria entre a Secretaria de Trabalho e Emprego (Setrab) e Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa).
A partida do grupo de amazonenses está programada para a próxima quarta-feira, 18 de abril, mas já acende as expectativas dos artistas que, além de divulgarem o potencial criativo do artesanato amazônico, esperam firmar parcerias empresariais nas rodadas de negócios, que acontecerão paralelamente à exposição.
A artesã e designer de biojoias, Rita Prossi, que já se tornou conhecida nacionalmente, pelo fato de produzir joias para artistas de televisão, embarca pela segunda vez consecutiva na caravana amazonense. A edição do ano passado rendeu a Rita uma página inteira na revista italiana de moda “Queen”. Segundo ela, a oportunidade preparou terreno para novas conquistas.
“Desta vez, a ideia é concretizar negociações que iniciaram na edição anterior da mostra. É impressionante o quanto os produtos da Amazônia são bem aceitos pelos estrangeiros, ainda mais quando o objeto traduz a nossa cultura, como é o caso das biojoias.”, comentou.
Cosméticos e moda –A artesã de cosméticos, Liane Dias, que também representará o Amazonas pela segunda vez na Itália, encara o evento como uma missão empresarial. A estratégia dela é transformar a produção dos cosméticos de escala artesanal para a industrial. “O Europeu adora as fragrâncias oriundas de produtos da floresta amazônica, creio que será fácil convencê-los em uma parceria”, reforçou.
Mas não só a ampliação dos negócios enche os olhos dos artistas, o especialista em criar bolsas e roupas utilizando fibras como a juta e malva, Jander Cabral, acredita na troca de experiência, já que a Itália é um dos maiores polos de moda do mundo. “A Itália servirá de inspiração para que os artistas que trabalham com moda perceba qual a tendência europeia. Assim poderemos nos inspirar nas próximas criações”, disse.
De acordo com a chefe do Departamento de Geração de Emprego e Renda da Setrab, Wanessa Santana, Promover os produtos da Região Amazônica, atrair potenciais investidores e possibilitar troca de conhecimentos fazem parte das ações estratégicas da Superintendência da Zona Franca de Manaus(Suframa), que lidera a missão empresarial à região da Toscana.


RELAÇÃO DOS ARTESÃOS
JANDER CABRAL
Bijuteria regional, roupas e bolsas regionais
ANDRÉ DOS SANTOS
Eco Joia
WESLEI RAMOS
Canetas e produtos em marchetaria
ELIZEU SOUZA
Biojoias e vestuários regionais
RITA PROSSI
Bijoia, calçados e bolsas regionais
LIANE DIAS
Fitocosméticos da Amazônia


O conteúdo do site tem expressa autorização de publicação desde que informe a fonte.

Jornal de Humaitá – O portal de notícias do Amazonas
faça um comentários
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais em Amazonas
Comments are closed.

Leia mais

Criação de RDS do Rio Manicoré depende apenas de decisão do governo

“A criação da Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) do Rio Manicoré depende agora m…