O Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Seas), por determinação do governador Omar Aziz, realizou o cadastro socioeconômico de 130 famílias desabrigadas pelo incêndio ocorrido na manhã desta quarta-feira, dia 18 de abril, no bairro Presidente Vargas (Matinha), zona oeste de Manaus. Ainda nesta quarta-feira, a secretaria vai doar 299 colchões de solteiro, 97 colchões de casal e cestas básicas a cada uma das famílias afetadas.


Equipes formadas por assistentes sociais, psicólogos e pedagogos do governo estadual foram deslocadas para a Escola Municipal Professor Sérgio Pessoa Figueiredo, onde as famílias foram abrigadas emergencialmente, para prestar o atendimento de identificação das necessidades emergenciais.

A secretária da Seas, Regina Fernandes, que esteve no local de cadastro das famílias para acompanhar o trabalho, informa que nesta quinta-feira, 19 de abril, a partir das 9h, o Governo do Estado vai realizar na sede da Secretaria Municipal da Assistência Social e Direitos Humanos (Semasdh – rua Ayrão, bairro Praça 14, zona centro-sul), um mutirão de atendimento para emissão de documentos as famílias. “A orientação do governador Omar Aziz é atender todas as famílias do incêndio, para que elas possam retomar suas rotinas rapidamente”, disse.

O coordenador do Programa Social e Ambiental dos Igarapés de Manaus (Prosamim), Frank Lima, acompanhado de equipes de engenharia e da empresa projetista do programa, esteve na área conhecida como Bariri (onde ocorreu o incêndio) para fazer o reconhecimento do local. De acordo com a Unidade Gestora do Prosamim, algumas residências atingidas pelo incidente estavam cadastradas para desapropriação dentro do Prosamim 3, que vai efetuar obras na bacia do São Raimundo com início previsto para o mês de junho deste ano.

O Corpo de Bombeiros do Amazonas conseguiu controlar o incêndio no bairro por volta das 9h40 da manhã. Para atender a ocorrência, um efetivo de 148 homens, 14 viaturas de combate a incêndio e outras 12 viaturas administrativas com equipamentos de atendimento emergencial foram acionadas para o local.

Conforme o Comandante Geral do Corpo de Bombeiros, coronel Antônio Dias, a primeira chamada de socorro ocorreu às 8h48 da manhã e, já às 8h54, as primeiras viaturas chegaram ao local do incêndio para apagar o fogo.

Não há registros oficiais de vítimas fatais. Equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) atenderam 23 moradores que passaram mal, por motivos emocionais, durante o incêndio. Sete pessoas foram removidas para unidades de emergência por inalação de fumaça. A Polícia Civil do Amazonas começou as investigações para descobrir as causas do incêndio. A perícia técnica na área ocorrerá após a liberação do local pela Defesa Civil municipal.

O conteúdo do site tem expressa autorização de publicação desde que informe a fonte.

Jornal de Humaitá – O portal de notícias do Amazonas
faça um comentários
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais em Brasil

Leia mais

Segurança na Cirurgia Plástica

Muita gente pensa em fazer uma cirurgia plásticapara aumentar os seios, corrigir um defeit…