Baltazar Rossato, de 56 anos, foi assassinado quando estava indo para sua propriedade rural, que fica a 100 quilômetros de Porto Velho (RO), na BR 319, sentido Humaitá (AM).


A vítima era oficial de justiça e toda semana fazia esse percurso da cidade até sua propriedade rural. No sábado (14), por volta das seis horas da manhã, próximo do quilometro 70, ele foi morto a tiros. Baltazar estava conduzindo o seu carro, um Corsa Sedam, e segundo testemunhas, que trabalham em um restaurante que fica as margens da BR, eles ouviram cinco disparos de arma e logo em seguida o barulho de uma motocicleta, fugindo em direção a Porto Velho.

Quando as pessoas foram até o local do crime, encontraram a vítima caída, por cima do banco do carona e com a porta aberta. A porta do condutor estava travada e a chave não estava na ignição. O oficial de justiça já estava sem vida.

A policia foi acionada, a perícia técnica fez os trabalhos de levantamentos preliminares no automóvel e no corpo da vítima. No exame ao corpo, foi possível verificar a presença de dois orifícios de bala.

Foi encontrado nas roupas, os documentos e dinheiro (um mil e oitenta e quatro reais – R$ 1.084,00) o que, segundo a polícia, deixa descartada a possibilidade de ser um latrocínio.

Policiais do Departamento de Homicídios estã fazendo investigações para chegar aos autores deste assassinato. Logo depois da perícia, o corpo foi levado para o IML, para necropsia e liberação para a família.

Jornal de Humaitá – O portal de notícias do Amazonas
faça um comentários
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais em Policia

Leia mais

‘DÃO’ é preso novamente por Tráfico de Drogas

Força Tática do 4ºBPM efetuou a detenção de PEDRO BRAGA RAMOS vulgo ‘DÃO’, …