Caixa vai lançar este ano 10 mil unidades do programa em parceria com o Estado, sendo 7 mil em Manaus e 3 mil no interior

Superintendente da Caixa, Paulo Henrique, e prefeito do Careiro, Joel Lobo (Divulgação)
A Caixa Econômica deve lançar, este ano pelo programa Minha Casa, Minha Vida 3 mil unidades no interior e outras 7 mil em Manaus. Ontem a Superintendência Regional da Caixa anunciou a construção de 300 unidades habitacionais que integram o programa em Careiro Castanho (a 102 quilômetros de Manaus). O contrato entre a Caixa e a Prefeitura do Careiro foi firmado na última quinta-feira e a empreiteira Staff Construções Ltda é quem irá construir as 300 unidades habitacionais no prazo de 12 meses. Com o convênio, o interior do Estado passa a ter nove municípios contemplados no programa habitacional federal, com um total de 4.406 unidades lançadas. Os maiores serão em Manacapuru (mil unidades) e Itacoatiara (966 unidades), Humaitá e Rio Preto da Eva (500 unidades cada).


 O Amazonas e o Pará são os Estados da Região Norte com maior número de municípios participantes. A gerente regional da Construção Civil, Ester Oliveira, acrescentou que mais 3 mil unidades deverão ser lançadas no interior. Na agulha está o convênio com o Município de Maués, onde a população já se cadastrou na esperança de conseguir uma casa popular. “Na capital devemos ter mais um empreendimento, além do instalado na avenida Torquato Tapajós, com 7 mil unidades”, afirmou Ester. Segundo ela, as novas unidades devem ser anunciadas em breve.

Quem tem direito
O programa federal atende a três faixas de renda familiar. O empreendimento no Careiro, por exemplo, se enquadra na faixa 1, destinada a famílias que têm renda de zero até três salários mínimos. Na faixa 2 estão incluídas famílias que possuem renda variada de três a seis salários, e na faixa 3 famílias que têm orçamento entre seis a dez salários mínimos. Segundo Ester, é necessário que cada família interessada possua inscrição no Cadastro Único, que poder feito em qualquer secretaria municipal. Mas, para isso, é necessário comprovar baixa renda familiar.

O conteúdo do site tem expressa autorização de publicação desde que informe a fonte.

Jornal de Humaitá – O portal de notícias do Amazonas
Carregar mais artigos relacionado
Carregar mais em Amazonas

Deixe uma resposta

Verifique também

Após cinco anos em abandono, Biblioteca Municipal recebe Seminário de Requalificação do Centro Histórico nesta sexta (15) em Manaus

A atividade busca apresentar soluções para os imóveis e terrenos sem uso social situados n…