Operação visa aprimoramento da fiscalização das águas territoriais e preparo da Força Naval para a atuação na Copa do Mundo 2014

Embarcações realizarão ações de patrulha e de inspeção naval no rio Madeira Em Humaitá-Am
Humaitá –  Segundo a Marinha, os navios e embarcações realizarão ações de patrulha e de inspeção naval na área da Amazônia Azul, assim como nos principais rios, lagos e bacias hidrográficas do Brasil. A operação se desenvolverá ao longo de toda a costa brasileira, além de percorrer rios como o Amazonas, madeira, Tocantins e Araguaia, o rio Paraguai, e diversas outras localidades.

A Marinha do Brasil intensificou as fiscalizações a embarcações que estão ancoradas em portos do Amazonas. patrulhas e inspeções navais serão feitas em rios e lagos da região Norte. A medida compõe a operação ‘Amazônia Azul’. A informação foi dada ontem, em entrevista coletiva, pelo vice-almirante Domingos Sávio Nogueira, comandante do distrito, quando fez um balanço da operação denominada Amazônia Azul, na qual foram vistoriadas 107 embarcações, notificadas 18 e apreendidas 12. A operação foi iniciada em 17 de fevereiro.
Durante os trabalhos, barcos foram apreendidos, destes, alguns estavam transportando mercadoria ilegal. “Nossas lanchas estão em locais estratégicos para combater todo o tráfico marítimo”, disse o comandante, acrescentando que a ‘Amazônia Azul’ é idealizada com o apoio de órgãos da segurança pública e de fiscalizações ambientais.
Para promover as atividades no Amazonas, a marinha conta com navios e lanchas trabalhando, segundo reforçou Sales. “Na Amazônia circulam 95% do comércio exterior, sem contar que dela extraímos 90% da produção de petróleo. Por isso é de suma importância esse trabalho para a economia da região”, destacou.
Controle
Nessas praias principais haverá controle das embarcações, que serão vistoriadas para a verificação de requisitos como documentação da embarcação e habilitação do condutor. “A patrulha naval é quem vê os ilícitos, como contrabando, tráfico de drogas, por isso será importante o trabalho junto a outros órgãos como Polícia Civil e Polícia Militar”, disse ele, lembrando que durante a Copa do Mundo virão os navios transatlânticos para a cidade e como o papel da Marinha é dar segurança a quem vier a Manaus durante a Copa, por isso todas as embarcações, de pequeno, médio e grande porte serão fiscalizados. De acordo com o vice-almirante, serão 1,1 mil homens diretamente envolvidos nas atividades, mas um total de 1,7 mil estarão disponíveis para atuar se houver necessidade.

O conteúdo do site tem expressa autorização de publicação desde que informe a fonte.

Jornal de Humaitá – O portal de notícias do Amazonas
faça um comentários
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais em Amazonas

Leia mais

‘DÃO’ é preso novamente por Tráfico de Drogas

Força Tática do 4ºBPM efetuou a detenção de PEDRO BRAGA RAMOS vulgo ‘DÃO’, …